Coimbra investe 2,5 milhões de euros na requalificação de caminhos pedonais

14-07-2020 (16h05)

A Câmara de Coimbra vai adjudicar três dos cinco lotes da requalificação dos caminhos pedonais entre Celas e Arregaça, que envolvem mais de metade do valor do projecto, que é de 2,5 milhões de euros.

O executivo municipal de Coimbra vai “analisar e votar, no dia 20, a adjudicação de três dos cinco lotes da empreitada de requalificação dos caminhos pedonais” de Celas, na Alta da cidade, à Arregaça, junto ao rio Mondego, pelo valor global de cerca de um milhão e 490 mil euros.

O anúncio foi feito ontem, durante a reunião do executivo camarário, que foi interrompida e que será retomada no dia 20, ocasião para a qual foi transferida a discussão e votação do ponto da agenda relacionado com a adjudicação daquelas obras.

O projecto, que faz parte do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) de Coimbra, pretende, “essencialmente, a melhoria das acessibilidades pedonais em termos de segurança e conforto, eliminando barreiras a pessoas com mobilidade reduzida”.

O concurso inicial para a execução da intervenção foi dividido em cinco lotes, mas apenas três estão já em condições de serem adjudicados.

Os lotes 1 e 5 não podem ser adjudicados por “falta de propostas válidas para a sua execução”, devendo, por isso, a autarquia deliberar, no dia 20, a abertura de novo concurso público.

A ligação da Rua Miguel Torga à Rua Infanta Dona Maria, que implica um investimento da ordem dos 614 mil euros, a zona envolvente da Escola Infanta Dona Maria (mais de 450 mil euros) e o trajeto entre a Rua General Humberto Delgado e a Arregaça (cerca de 420 mil euros), correspondentes aos lotes 2, 3 e 4, são os que já reúnem condições para serem adjudicados e cujo prazo de execução é de um ano, à exceção do lote 4 (10 meses).

Os trabalhos de requalificação dos caminhos pedonais entre Loios e Celas (lote 1) e na Rua dos Combatentes (lote 5) terão um custo superior a 250 mil euros e de perto de 880 mil euros, respetivamente, devendo ficar concluídos no prazo de 210 dias, o primeiro, e de 390 dias o outro.

O alargamento de passeios, a plantação de “árvores de sombra”, a transformação de espaços em zonas exclusivamente pedonais e/ou de lazer, a instalação de equipamentos de ginástica e de manutenção, a construção ou remodelação de passeios, a criação de alternativas a percursos como as escadas dos Loios ou a melhoria da drenagem pluvial e da iluminação pública e a supressão de barreiras físicas, são algumas das intervenções previstas no projeto identificado por Caminhos Pedonais de Cruz de Celas – Baixa/Arregaça e Loios.

O objetivo global da empreitada é “promover a circulação pedonal, garantindo que as superfícies regulares sejam desimpedidas de obstáculos, que o espaço seja organizado de forma a melhorar a visibilidade e a leitura do território, tornando-o mais confortável e aprazível através da plantação de árvores e da colocação de mobiliário urbano”, sintetiza a Câmara.

Trata-se, acrescenta, de requalificar diversos percursos pedonais “utilizados diariamente pela população” e de acesso a “zonas residenciais de grande densidade populacional, a núcleos de concentração de serviços, comércio, estabelecimentos de ensino, que pela sua centralidade permitem ainda a ligação a outros equipamentos, como os de saúde”

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Cá Dentro

Clique para ver mais: Actividades

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Convento da Cartuxa em Évora com visitas abertas e mais visitas guiadas

14-08-2020 (19h25)

O Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, em Évora, conhecido como Convento da Cartuxa, vai juntar às visitas guiadas, que já têm mais datas programadas, visitas abertas sem marcação prévia, a partir deste Sábado.

Inaugurado posto de turismo na Peneda

13-08-2020 (17h13)

A Câmara de Arcos de Valdevez inaugurou um novo posto de turismo no concelho, no edifício da Casa das Estampas, do santuário de Nossa Senhora da Peneda, informou a autarquia do distrito de Viana do Castelo.

Aldeias Históricas recebem ciclo de espectáculos "12 em Rede" entre Setembro e Novembro

13-08-2020 (15h51)

A edição 2020 do ciclo de espetáculos "12 em Rede" começa em Setembro na aldeia histórica de Castelo Rodrigo, Guarda, com uma festa inspirada nas raízes judaicas, e estende-se até Novembro, foi hoje anunciado.

Praia fluvial da Ronqueira requalificada com obras de mais de 350 mil euros

12-08-2020 (18h43)

A requalificação da Praia Fluvial da Ronqueira, no rio Alva, em Mouronho, concelho de Tábua, é inaugurada esta quarta-feira, após um investimento de mais de 350 mil euros, anunciou a câmara daquela vila no interior do distrito de Coimbra.

AECT Duero/Douro aposta no autocaravanismo para criar rota europeia

12-08-2020 (18h14)

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Duero/Douro pretende fomentar o autocaravanismo como prática turística transfronteiriça no Nordeste Transmontano e Beira Interior, a que se juntam as províncias espanholas de Zamora e Salamanca, foi hoje anunciado.

Opinião e Análise