Museus da Alemanha estão disponíveis para visitas digitais

13-04-2020 (17h23)

Diferentes museus da Alemanha estão a promover visitas online para dar a conhecer as suas colecções, e ainda a oportunidade de fazer visitas guiadas no Instagram e cursos de arte gratuitos.

O Turismo da Alemanha destacou alguns museus e coleccções que se encontram disponíveis para o público online, "permitindo explorar as suas importantes colecções a partir de casa" e até "entrar em alas temporariamente encerradas para restauro".

O Museu Pergamon, em Berlim, conta com colecções do Médio Oriente, de Arte Islâmica e de Antiguidade Clássica. O Altar de Pérgamo, que dá nome ao museu, encontra-se numa ala encerrada para restauro, cuja conclusão está prevista para daqui a três anos, no entanto, é possível visitá-la online. Além do Altar, também é possível apreciar a Porta de Isthar da Babilónia e a entrada do Mercado de Mileto.

Para visitar o Museu de Pergamon clique aqui.

O Museu da Mercedes, em Estugarda, "agrada a um público bem mais vasto" que os fãs de automóveis, devido à contextualização na qual são apresentados os 160 veículos, enquadrados em momentos históricos como o final da Primeira Grande Guerra ou a Queda do Muro de Berlim.
Para visitar o Museu da Mercedes clique aqui, e para fazer a visita guiada no Instagram, clique aqui.

Em Frankfurt, o Museu Stadel, disponibiliza "700 anos de arte europeia" através de 3.000 pinturas, 600 esculturas, mais de 4.000 fotografias, desenhos e gravuras de artistas como Rembrandt, Vermeer ou Monet.

Para visitar colecção do Museu Stadel clique aqui, para ver como era esta museu no século XIX clique aqui, e para fazer um curso de História de Arte online clique aqui.

O Museu Barberini, no centro histórico de Potsdam, encontra-se num palácio destruído durante a II Guerra Mundial e que foi restaurado há três anos. Este museu "acolhe obras desde os Velhos Mestres à arte contemporânea", e neste momento está com a exposição "Monet: Places", onde são exibidos quadros que o autor pintou em locais como a Normandia ou Veneza.

Para visitar o Museu Barberini clique aqui.

A cidade de Dresden, também conhecida pela Florença do Elba, "tem uma oferta museológica tão interessante e ampla que a dificuldade é escolher o que visitar", e alguns dos seus museus e edifícios podem ser visitados aqui.

Entre os museus disponíveis encontra-se o Albertinum, o Residenzchloss e o Jägerhof.

No Google Arts & Culture também é possível encontrar e apreciar 122 colecções de museus alemães como o Deutsches Museum de Munique, o Kunstpalast de Dusseldorf, o Kunsthalle de Bremen, ou a East Side Gallery do Muro de Berlim.
Para visitar clique aqui.
 
Clique para ver mais: Europa

Clique para ver mais: Promoções

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotéis e restaurantes reabrem na República Checa

25-05-2020 (14h31)

A República Checa entrou hoje na última fase de redução das restrições à vida económica e social impostas por causa do novo coronavírus, o que significa a reabertura de piscinas e todos os hotéis e restaurantes.

Barcos que ligam Grécia continental às ilhas voltam a transportar passageiros

25-05-2020 (14h24)

Os ferryboats que ligam a Grécia Continental às ilhas gregas voltaram hoje a transportar passageiros, uma actividade que estava suspensa desde Março devido à pandemia de covid-19.

Celebrações dos 250 anos de Beethoven decorrem online e até 2021

19-05-2020 (14h51)

As celebrações dos 250 anos do compositor alemão Ludwig van Beethoven vão decorrer até Setembro de 2021 e com muita programação online gratuita.

Bienal de Arte de Riga reinventa-se online e começa a 21 de Maio

14-05-2020 (12h31)

A Bienal Internacional de Arte de Riga - RIBOCA2, na Letónia, que deveria começar no próximo Sábado, 16 de Maio, vai decorrer online a partir de dia 21, com conversas e um filme com a exposição inacabada como cenário.

Islândia vai testar viajantes à chegada

13-05-2020 (13h42)

A Islândia anunciou hoje que vai testar viajantes que cheguem a partir de 15 de Junho próximo ao seu único aeroporto internacional, em Keflavik, um teste ao novo coronavírus.

Opinião e Análise