APAVT reclama pagamento pela TAP de “dezenas de milhões de euros em dívida” até ao fim de 2021

09-10-2020 (18h08)

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) quer que a TAP pague até final do próximo ano “dezenas de milhões de euros em dívida” e avançou uma proposta que diz ser “única no mundo” de pagamento por fases.

A informação consta de uma circular enviada hoje aos associados a que o PressTUR teve acesso, na qual diz que “tomou a iniciativa de, junto da TAP, sugerir um acordo de reembolso faseado dos valores em dívida, até 31.12.2021, acordo que tinha por base a capacidade de emissão de novos bilhetes TAP, por parte das agências de viagens”.

A TAP deve às agências de viagens, segundo o documento, “algumas dezenas de milhões de euros, decorrentes de vendas realizadas, pagas e não fornecidas pela companhia aérea”.

Os últimos dados divulgados pela TAP, relativos ao primeiro semestre deste ano, indicam 669,29 milhões de euros de “documentos pendentes de voos”, que a companhia explica serem o “montante da responsabilidade do Grupo referente a bilhetes emitidos e não utilizados”, como o PressTUR noticiou a 29 de Setembro (clique para ler: TAP reconhece 669,3 milhões de euros em bilhetes emitidos e não utilizados).

A APAVT, na circular aos associados, sublinha que a proposta de reembolso faseado “foi única no Mundo, assumindo ainda mais significado se pensarmos que a TAP, quer pela Lei quer pelos quadros regulatórios nacionais e internacionais, está absolutamente obrigada a reembolsar imediatamente e em dinheiro, todas as empresas das quais recebeu dinheiro sem fornecer serviços”.

A APAVT, aliás, acusa a TAP de “restringir a capacidade” das agências de viagens de emitirem novos bilhetes que ela própria anteriormente aceitou permitir-lhes como forma de reembolso de “milhões de serviços pagos e não fornecidos”. A TAP, segundo a Associação, “deve milhões de serviços pagos e não fornecidos, que aceitou pagar a prestações com base na emissão de novos bilhetes por parte das agências de viagens, [mas] tem vindo a restringir a capacidade da referida emissão”.

A APAVT acusa a companhia aérea de pôr à venda novos voos “cujas reservas cobra, cancelando depois os voos e propondo-se, de forma absolutamente ilegal, entregar vouchers, aumentando assim a dívida que se pretendia diminuir”.

A Associação acusa ainda a TAP de lançar “uma série de promoções, que no momento actual representam oportunidades de venda, excluindo a possibilidade de emissão por parte das agências”, acusa ainda a Associação.

A APAVT garante que mantém “um diálogo que está a ser produtivo e que esperamos que possa atingir os objectivos muito brevemente”, e também assegura igualmente aos associados que “não cairá nenhuma agência de viagens em insolvência por causa da falta de reembolso dos valores em dívida por parte da TAP”.

“Este é o momento em que prosseguimos as nossas negociações com a companhia aérea, ao mais alto nível, existindo legítimas esperanças de que um acordo poderá ser alcançado a muito breve trecho”, salienta a APAVT, acrescentando que desenvolverá “de imediato todas as acções, quer no âmbito dos quadros regulatórios português e europeu, quer judicialmente, para que os nossos associados possam ser ressarcidos dos valores pagos e não devolvidos”.

 

Clique para ver mais: TAP

Clique para ver mais: APAVT

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vales de viagens atingiram 100 milhões de euros e litígios não são “materialmente relevantes” – APAVT

14-01-2022 (10h45)

Os vales emitidos pelas agências, por viagens canceladas até final de setembro de 2020, atingiram os 100 milhões de euros e estão praticamente resolvidos, com os litígios a não serem “materialmente relevantes”, garantiu o presidente da APAVT.

Roadshow "Os Especialistas 2022" adiado para Abril

12-01-2022 (17h07)

O roadshow Os Especialistas 2022 foi adiado para Abril, de forma a ser possível "garantir uma maior segurança sanitária e tranquilidade aos visitantes".

António Costa a favor da continuação do Apoiar.pt

11-01-2022 (13h57)

O secretário-geral do Partido Socialista (PS) e candidato a primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje, numa reunião organizada pela Confederação do Turismo de Portugal (CTP), ser favorável à continuação do programa Apoiar.pt, segundo um comunicado da APAVT.

Bestravel adia Convenção para Abril na Figueira da Foz

10-01-2022 (18h23)

A rede de agências de viagens Bestravel adiou a sua Convenção Anual que se iria realizar de dias 3 a 6 Fevereiro, na Figueira da Foz, para os dias 7 a 10 de Abril, devido à “actual situação pandémica, a sua evolução e inconstância de número de casos da covid-19”.

Seguros In Sure Broker ligados ao software SIGAV

10-01-2022 (15h25)

Os seguros da In Sure Broker já se encontram directamente ligados ao software SIGAV, permitindo a subscrição do seguro de forma automática no momento da reserva.

Opinião e Análise