Congresso da APAVT volta à Madeira de 14 a 17 de Novembro

17-05-2019 (12h38)

Nove anos depois, a Madeira vai voltar a receber o Congresso Nacional da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), o 45º da sua história, de 14 a 17 de Novembro, tornando-se o destino português a receber mais vezes o evento, foi hoje anunciado no Funchal.

A Madeira é “provavelmente o local perfeito para a realização de um Congresso da APAVT”, começou por dizer o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, na assinatura de um protocolo de cooperação com a Associação de Promoção da Madeira, esta manhã, na Quinta da Casa Branca no Funchal.

“Desde logo pelos números relacionados com o turismo que são produzidos na Madeira, pelo peso destes números no PIB da Madeira e pela importância do mercado emissor nacional para a realização destes números”, sublinhou Pedro Costa Ferreira.

O turismo na Madeira tem alcançado números “extraordinários”, mas “temos vários, e alguns enormes, desafios que temos que olhar juntos”, continuou o presidente da Associação.

Nesse sentido, o 45º Congresso da APAVT irá analisar temas como a “desvalorização da libra e o Brexit” e a “falência de várias companhias aéreas que fizeram com que perdêssemos algumas rotas importantes”, deixando algumas cidades europeias “sem ligação directa à Madeira”.

Além disso, será abordado o que Pedro Costa Ferreira apresentou como “um problema grave, anacrónico, inexplicável com o Aeroporto da Madeira”. Com “basicamente os mesmos ventos” e com melhor tecnologia no aeroporto e nas aeronaves, ainda assim, “temos mais dias de inoperacionalidade do que nunca”.

Outro tema será o aumento da oferta de alojamento turístico na Madeira, que se prevê “em número significativo”, disse o presidente da APAVT, que acrescentou ser necessário “também olhar para as questões relacionadas com o aumento da procura e o aumento do fluxo de turistas”.

Pedro Costa Ferreira salientou ainda a parceria com a Associação de Promoção da Madeira na realização do evento, reconhecendo os seus representantes como “grandes amigos” e enfatizando o seu “extraordinário trabalho em direcção à modernidade”, numa óptica centrada na promoção de experiências, e com “um notável trabalho de proximidade e raciocínio conjunto” com agências de viagens e operadores turísticos.

O Congresso da APAVT deverá levar à Madeira “cerca de 600 players da cadeia de valor do turismo do mercado nacional, que terão oportunidade de fazer um ponto da situação sobre o estado da nação e fazer uma discussão importante para olhar para o futuro a nível nacional e regional”, concluiu Pedro Costa Ferreira, revelando a expectativa de que o evento será um “enorme êxito”.

Paula Cabaço, secretária Regional de Turismo e Cultura e presidente da direcção da Associação de Promoção da Madeira, destacou por sua vez que a melhor forma de promoção da Madeira é estar no destino, para enfatizar a importância da realização do evento na Madeira.

O mercado português é o 3º maior mercado emissor para a Madeira, com crescimentos nos últimos três anos, prosseguiu Paula Cabaço, destacando que acredita “no potencial deste mercado” e que o Congresso da APAVT “vem reforçar o posicionamento do mercado português no destino”.

 

Clique para mais notícias: APAVT

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias avança com “taxa de rescisão” para travar ‘jogadas’ de antecipação de vouchers

24-09-2020 (17h18)

O operador Solférias comunicou hoje ao mercado a aplicação de uma “taxa de rescisão” para “evitar reservas simuladas ou fraudulentas feitas apenas com o intuito de antecipar o recebimento dos valores titulados pelo vale” [vulgo vouchers].

APAVT reúne associados por todo o país

23-09-2020 (15h08)

A APAVT iniciou esta semana por Braga, Porto e Leiria um périplo de reuniões com associados para fazer "cara a cara" uma análise do momento do sector, que a União Europeia identificou como o mais penalizado pela pandemia de covid-19 (para ler mais clique: UE confirma agências e operadores como os mais penalizados pelo impacto pandemia de covid-19 no turismo).

Quebra da venda de voos pelas agências de viagens IATA portuguesas sobe para 71,7% depois de Agosto

22-09-2020 (17h52)

As agências de viagens IATA portuguesas que em 2019 atingiram o montante recorde de 964 milhões de euros em vendas de voos regulares, no final de Agosto deste ano estão com uma quebra de 470 milhões ou 71,7%.

Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes

18-09-2020 (14h00)

Mais de 20 organizações europeias de turismo e de aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes.

Agências de viagens querem apoio ao pagamento de custos fixos para manter emprego

17-09-2020 (17h01)

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) elogiou hoje o Governo dos Açores por apoiar o pagamento dos custos fixos das agências de viagens açorianas e apelou à criação de medidas similares para o resto do país, considerando que permitem "controlo do desemprego" e "sobrevivência das empresas".

Opinião e Análise