Diamantino Pereira volta ao mercado com empresa de tours e transporte

22-01-2020 (18h00)

Diamantino Pereira
Diamantino Pereira

O ex-director da Viagens Abreu e da Ávoris em Portugal Diamantino Pereira está de volta ao mercado com uma empresa de tours e transporte, a DP Tours Plus, que quer diferenciar-se pela “qualidade”, garantiu ao PressTUR.

“Estive um ano parado. Tive oportunidades de avançar para dois ou três projectos, mas quis fazer uma coisa minha”, afirmou Diamantino Pereira, cujo percurso profissional soma 37 anos na Viagens Abreu e cerca de um ano e meio na Ávoris, empresa que deixou em Julho de 2018.

“Decidi dedicar-me a um serviço de transporte e de tours com guia. Temos umas Mercedes Sprinter, que são nossas, e vamos dar um serviço com qualidade”, assegurou o profissional. “Não damos driver-guide, damos driver mais guide”, sublinhou.

Um exemplo de que a empresa quer fornecer mais do que um serviço de transporte é que “no final dos tours vamos ao Pavilhão Chinês beber um Porto de honra”. Noutras ocasiões “vamos fazer questão de atravessar a ponte e levar os clientes ao Cristo Rei”.

As visitas serão “feitas com muito detalhe”, acrescentou Diamantino Pereira. “Tive tempo e continuo a ter tempo para estudar as visitas como deve ser, não as quero standarizar”.

A DP Tours Plus é exclusivamente B2B e espera fechar os seus primeiros acordos com DMCs (Destination Management Companies ou empresas de incoming) na Fitur, a decorrer em Madrid, onde Diamantino Pereira falou ao PressTUR.

“Vou trabalhar com os receptivos em Portugal e com os mercados da América Latina, do Brasil, de Espanha. Acima de tudo, [o objectivo é] ter uma boa relação com os incomings em Portugal”, frisou.

A empresa está formada, mas só começar a operar em Março do próximo ano. “Estou a fazer as coisas com muita calma, estou a dar formação ao meu pessoal, a fazer contactos com os DMC e estou a preparar a empresa para entrar fortmente em 2021”.

O catálogo da DP Tours Plus inclui visitas em português, espanhol, inglês e francês, meio dia ou dia completo, por vários destinos em Portugal e Espanha.

A oferta inclui visitas aos principais atractivos de Lisboa, tours que combinam Fátima, Batalha, Nazaré e Óbidos ou ainda excursões que passam por Lisboa, Madrid e Andaluzia, entre outras.

 

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes

18-09-2020 (14h00)

Mais de 20 organizações europeias de turismo e de aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes.

Agências de viagens querem apoio ao pagamento de custos fixos para manter emprego

17-09-2020 (17h01)

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) elogiou hoje o Governo dos Açores por apoiar o pagamento dos custos fixos das agências de viagens açorianas e apelou à criação de medidas similares para o resto do país, considerando que permitem "controlo do desemprego" e "sobrevivência das empresas".

GEA organiza formação sobre uso de redes sociais para atrair clientes

15-09-2020 (12h41)

O Grupo GEA promove esta semana um ciclo de webinars sobre como “atrair clientes e seguidores através das redes sociais”, exclusivo para as agências de viagens da rede.

Chairman da TAP garante empenho na relação com as agências de viagens

14-09-2020 (13h05)

“Atitude proactiva, construtiva e positiva” é o que as agências de viagens podem esperar da TAP, afirmou o seu chariman, Miguel Frasquilho, questionado pelo presidente da CTP, Francisco Calheiros, quanto a uma situação de “divórcio muito grande” entre a companhia e as agências de viagens, seu maior canal de venda de bilhetes.

Agências de viagens afinal também pagam sobretaxa para reservas NDC Air France-KLM/Amadeus

11-09-2020 (12h47)

O Grupo Air France-KLM e a tecnológica Amadeus anunciaram que vão cobrar uma sobretaxa “de alguns euros por segmento” nas reservas em NDC da IATA, que anteriormente anunciaram como o modelo para as agências de viagens evitarem uma sobretaxa criada para alegadamente cobrir o ‘sobrecusto’ das reservas em GDS.

Opinião e Análise