Operadores turísticos alemães voltam a vender viagens para Portugal

22-06-2020 (16h37)

Os operadores turísticos alemães TUI, DER Touristik e Alltours estão a relançar os seus programas para o Verão, com viagens para vários destinos, incluindo Portugal.

Os turistas alemães voltaram a viajar para as praias do Mediterrâneo na semana passada, avança o jornal alemão especializado em turismo “FVW”, após o governo alemão ter levantado o aviso sobre viagens para 27 países europeus na segunda-feira, dia 15.

Os primeiros turistas alemães viajaram no dia 15 de Junho num voo fretado pelo operador turístico TUI entre Dusseldorf e Palma de Maiorca (clique para ler: Espanha recebeu hoje primeiros turistas estrangeiros desde o fecho das fronteiras).

A TUI Alemanha está a relançar a sua programação para este Verão com 40 voos durante a segunda quinzena de Junho para as Baleares, para Portugal (Algarve) e para Chipre.

Em Julho, o operador turístico terá mais voos para estes destinos e prevê acrescentar voos para a Grécia, acrescenta o “FVW”.

O grupo alemão DER Touristik também relançou a sua programação de Verão na semana passada com viagens para Áustria, Croácia, Dinamarca, Itália, Benelux, Polónia e Portugal, seguidas por Chipre, Espanha, Montenegro, Grécia e Bulgária na segunda quinzena de Junho.

O grupo Alltours, por sua vez, vai relançar a programação de Verão no dia 26 de Junho, uma semana antes do previsto, com viagens para Espanha, Bulgária, Itália e Croácia. Na mesma data reabrem os seus hotéis, da marca Allsun, em Maiorca, Canárias e Creta.

No início de Julho, a empresa prevê retomar voos para Grécia, Portugal, Malta, Chipre e Montenegro.

Ao contrário destes destinos, a Turquia, o Egipto, Marrocos e a Tailândia vão continuar na lista de 130 países que o Ministério das Relações Exteriores da Alemanha classifica como “áreas de risco para coronavírus”, obrigando a uma quarentena de 14 dias às pessoas que cheguem à Alemanha vindas desses países.

As restrições às viagens devido à pandemia do novo coronavírus deverão custar às agências de viagens e operadores turísticos alemães cerca de 20 mil milhões de euros em receitas perdidas entre meados de Março e o final de Agosto, de acordo com as estimativas mais recentes da German Travel Industry Association (DRV), citadas pelo jornal “FVW”.

 

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Feira de turismo ABAV Expo em São Paulo adiada para 2021

03-07-2020 (15h02)

A 48ª edição da feira internacional de turismo ABAV Expo, que estava marcada para os dias 23 a 25 de Setembro, em São Paulo, foi adiada para 2021, anunciou a organização, que em contrapartida vai promover um evento virtual que pretende “marcar a retomada dos negócios do sector turístico ainda em 2020”.

Ryanair acusa agências de viagens online de bloquear reembolsos

03-07-2020 (12h32)

A Ryanair acusou hoje "agências de viagens online não autorizadas" de bloquear reembolsos de clientes, por utilizarem "emails falsos e cartões de crédito virtuais" impedindo que as reservas "possam ser rastreadas até ao consumidor individual".

Bruxelas lança processo de infração a Portugal pelos ‘vouchers’ para reembolsos de clientes

02-07-2020 (13h19)

A Comissão Europeia decidiu hoje lançar processos de infração contra Portugal e outros nove Estados-membros por violação das leis comunitárias sobre direitos dos passageiros ao admitir vouchers para reembolsar clientes por viagens não efectuadas devido à pandemia de covid-19.

Royal Caribbean cancela cruzeiros do Odyssey of the Seas até Abril 2021

01-07-2020 (16h19)

A Royal Caribbean cancelou os cruzeiros a bordo do Odyssey of the Seas que tinha previsto realizar até Abril de 2021, devido a um atraso na construção do navio, que esperava receber em Novembro deste ano.

TUIfly programa voos para Faro e Funchal de sete cidades alemãs

30-06-2020 (17h14)

A TUIfly, companhia de aviação alemã do grupo TUI, maior conglomerado turístico europeu, tem programados voos em Julho e Agosto para Faro e para o Funchal à partida de Basel/Mulhouse, Dusseldorf, Frankfurt, Hamburgo, Hanôver, Munique e Estugarda.

Opinião e Análise