Quebra das vendas de voos pelas agências portuguesas supera 250 milhões de euros no fim de Maio

19-06-2020 (17h00)

Foto: Jordan Sanchez / Unsplash
Foto: Jordan Sanchez / Unsplash

As agências de viagens IATA portuguesas contabilizavam no fim de Maio uma quebra das vendas de voos regulares superior a 250 milhões de euros, de acordo com dados do BSP (do inglês para Billing and Settlement Plan), que é o sistema da IATA para a regularização das vendas de voos pelas agências de viagens, a que o PressTUR teve acesso.

Esses dados indicam que a uma quebra das vendas de 11,5% em Fevereiro, com o agravamento da pandemia de covid-19, sucederam-se quebras de 79,2% em Março, 99,3% em Abril e 97% em Maio.

E a maior quebra foi mesmo a ocorrida em Maio, em que as vendas baixaram 90 milhões de euros, ficando em 2,79 milhões, enquanto em Abril a quebra foi de 87,58 milhões, para 630 mil euros, e em Março foi de 68,92 milhões, para 18,06 milhões.

Desta forma, no acumulado dos primeiros cinco meses deste ano, as vendas BSP das agências de viagens portuguesas ficam em 166,61 milhões de euros, que significam uma quebra de 60,2% ou 252,2 milhões em relação ao período homólogo de 2019, em que tinham feito vendas no montante recorde para o período de 418,82 milhões.

Os dados a que o PressTUR teve acesso evidenciam que as vendas no final de Maio situam-se num mínimo inédito pelo menos neste século, em que o menor valor de vendas era de 295,69 milhões, no ano de 2003, em que as viagens e turismo sofreram o impacto da epidemia de SARS.

Em nenhum outro ano, excluindo 2020, as vendas nos primeiros cinco meses do ano foram inferiores a 300 milhões de euros.

O impacto da quebra, porém, não se cinge às agências de viagens, já que as companhias de aviação também sofrem esse efeito, entre elas a TAP, líder em BSP e para a qual as agências de viagens têm sido o maior canal de vendas, calculando-se que representassem cerca de 70% das vendas no mercado português.

 

Clique para mais notícias: BSP Portugal

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Feira de turismo ABAV Expo em São Paulo adiada para 2021

03-07-2020 (15h02)

A 48ª edição da feira internacional de turismo ABAV Expo, que estava marcada para os dias 23 a 25 de Setembro, em São Paulo, foi adiada para 2021, anunciou a organização, que em contrapartida vai promover um evento virtual que pretende “marcar a retomada dos negócios do sector turístico ainda em 2020”.

Ryanair acusa agências de viagens online de bloquear reembolsos

03-07-2020 (12h32)

A Ryanair acusou hoje "agências de viagens online não autorizadas" de bloquear reembolsos de clientes, por utilizarem "emails falsos e cartões de crédito virtuais" impedindo que as reservas "possam ser rastreadas até ao consumidor individual".

Bruxelas lança processo de infração a Portugal pelos ‘vouchers’ para reembolsos de clientes

02-07-2020 (13h19)

A Comissão Europeia decidiu hoje lançar processos de infração contra Portugal e outros nove Estados-membros por violação das leis comunitárias sobre direitos dos passageiros ao admitir vouchers para reembolsar clientes por viagens não efectuadas devido à pandemia de covid-19.

Royal Caribbean cancela cruzeiros do Odyssey of the Seas até Abril 2021

01-07-2020 (16h19)

A Royal Caribbean cancelou os cruzeiros a bordo do Odyssey of the Seas que tinha previsto realizar até Abril de 2021, devido a um atraso na construção do navio, que esperava receber em Novembro deste ano.

TUIfly programa voos para Faro e Funchal de sete cidades alemãs

30-06-2020 (17h14)

A TUIfly, companhia de aviação alemã do grupo TUI, maior conglomerado turístico europeu, tem programados voos em Julho e Agosto para Faro e para o Funchal à partida de Basel/Mulhouse, Dusseldorf, Frankfurt, Hamburgo, Hanôver, Munique e Estugarda.

Opinião e Análise