Tecnologia é uma oportunidade para os agentes de viagens comunicarem mais - Vasco Pinheiro, Go4Travel

28-11-2018 (17h26)

Os agentes de viagens continuam a "ter uma capacidade de influenciar o cliente", e, para dar uso a essa vantagem, a presente transformação tecnológica é "uma oportunidade", porque permite comunicar mais e de novas formas com os clientes, afirmou Vasco Pinheiro, CEO da Go4Travel.

Vasco Pinheiro, que falava no 44º Congresso da APAVT, em Ponta Delgada, começou por analisar as formas de comunicação, dizendo que as pessoas por estarem sempre a olhar para os telemóveis, parecem comunicar menos que as gerações anteriores, mas, na sua opinião acontece o inverso, passam muito mais tempo a comunicar, embora de outras formas.

Os agentes de viagens podem agarrar esta oportunidade, uma vez que são “influenciadores de decisões”, frisou Vasco Pinheiro. “Temos clientes que se sentam a dizer que querem ir passar um fim-de-semana à Tunísia e acabam a ir para Cabo Verde. E isso acontece porque continuamos a ter capacidade de influenciar o cliente”.

A oportunidade está em utilizar as ferramentas disponíveis e, tendo acesso aos melhores preços, comunicar mais com os clientes. “É uma oportunidade”.

“As agências de viagens estão cá para ficar, têm é que ‘apanhar o comboio’ e com isso continuar a crescer”, afirmou Vasco Pinheiro.

Ao longo dos últimos dez anos, “a tecnologia tem permitido às agências de viagens continuarem a ser competitivas, quer através dos GDS quer através de outras ferramentas tecnológicas, que estão acessíveis independentemente da dimensão das agências, sejam elas os grandes grupos, as médias ou as mais pequenas”.

Actualmente, continuou o Vasco Pinheiro, “existem soluções que, de alguma forma, vieram democratizar o acesso à tecnologia e isso tem permitido às agências de viagens evoluir e continuar a ser competitivas num mundo em que temos cada vez mais dispersão de clientes por tudo quanto é lado”.

A oportunidade de mudança e de inovação, na sua perspectiva, “tem que ver com uma coisa que é crítica nas agências de viagens desde a sua existência, que é a forma como angariamos clientes, como mantemos a relação com os clientes e como damos suporte”.

Antigamente comunicava-se sobretudo presencialmente, mas agora é possível estar permanentemente em contacto. “Temos uma oportunidade única de comunicar de maneira diferente com o cliente, independentemente do tamanho da agência e do segmento de negócio”, concluiu Vasco Pinheiro.

 

Ver também:

Tecnologia tem que estar “ao serviço das pessoas e não o inverso” – Cláudio Santos, Amadeus
“Temos as soluções”, é preciso avançar – António Loureiro, Travelport
“Há pouco diálogo entre quem desenha o dia-a-dia das empresas e a tecnologia” - Pedro Seabra, Viatecla

 

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Congresso da APAVT

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias avança com “taxa de rescisão” para travar ‘jogadas’ de antecipação de vouchers

24-09-2020 (17h18)

O operador Solférias comunicou hoje ao mercado a aplicação de uma “taxa de rescisão” para “evitar reservas simuladas ou fraudulentas feitas apenas com o intuito de antecipar o recebimento dos valores titulados pelo vale” [vulgo vouchers].

APAVT reúne associados por todo o país

23-09-2020 (15h08)

A APAVT iniciou esta semana por Braga, Porto e Leiria um périplo de reuniões com associados para fazer "cara a cara" uma análise do momento do sector, que a União Europeia identificou como o mais penalizado pela pandemia de covid-19 (para ler mais clique: UE confirma agências e operadores como os mais penalizados pelo impacto pandemia de covid-19 no turismo).

Quebra da venda de voos pelas agências de viagens IATA portuguesas sobe para 71,7% depois de Agosto

22-09-2020 (17h52)

As agências de viagens IATA portuguesas que em 2019 atingiram o montante recorde de 964 milhões de euros em vendas de voos regulares, no final de Agosto deste ano estão com uma quebra de 470 milhões ou 71,7%.

Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes

18-09-2020 (14h00)

Mais de 20 organizações europeias de turismo e de aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes.

Agências de viagens querem apoio ao pagamento de custos fixos para manter emprego

17-09-2020 (17h01)

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) elogiou hoje o Governo dos Açores por apoiar o pagamento dos custos fixos das agências de viagens açorianas e apelou à criação de medidas similares para o resto do país, considerando que permitem "controlo do desemprego" e "sobrevivência das empresas".

Opinião e Análise