“Turismo: os desafios do crescimento” é tema do 44º Congresso da APAVT

04-07-2018 (22h08)

O 44º Congresso da APAVT, que vai realizar-se entre 21 e 25 de Novembro em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, nos Açores, será dedicado ao tema "Turismo: os desafios do crescimento".

O tema e a imagem do evento foram apresentados hoje em Lisboa, no Hotel Mundial, pelo presidente da Associação, Pedro Costa Ferreira, e pela secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores, Marta Guerreiro.

O Congresso da APAVT, que se realiza pela quarta vez nos Açores, tem previsto receber 500 participantes, incluindo agentes de viagens, operadores turísticos e outros profissionais do sector do turismo.

Ao apresentar o tema do Congresso, Pedro Costa Ferreira destacou que “Portugal tem tido um percurso absolutamente fantástico nos últimos anos, mas todos sabemos que os ciclos económicos não duram indefinidamente, por isso é que são ciclos”.

Por outro lado, acrescentou o presidente da Associação, existem “desafios importantes relacionados com a interrupção de algumas operações aéreas relevantes, como é o caso da falência da Monarch, com as dificuldades de operação no aeroporto de Lisboa, com as dificuldades de operação da TAP, com o Brexit, ou mesmo com os problemas de operação turística que enfrentamos na cidade de Lisboa”.

A escolha do tema também está relacionada com a necessidade de um debate sobre os “próximos passos” dos Açores face ao crescimento notável dos últimos anos. Esse debate deverá ter em conta “sustentabilidade do crescimento” e “sustentabilidade do próprio destino”, afirmou Pedro Costa Ferreira.

A nível microeconómico, “apesar da visível recuperação das agências de viagens e dos operadores turísticos”, o presidente da APAVT destacou que “há todo um percurso de consolidação por percorrer, com especial ênfase na tecnologia, na formação, e nos standards de serviço”.

Pedro Costa Ferreira salientou que este será o quarto Congresso da Associação nos Açores, depois de 1995, 2006 e 2013.

Em 2013, os Açores foram «Destino Preferido da APAVT», seguindo-se em 2014, por iniciativa da APAVT, a classificação dos Açores como “Destino Preferido da ECTAA”, que é a Confederação Europeia das Agências de Viagens e Operadores Turísticos.

Em 2015, acrescentou Pedro Costa Ferreira, “envolvemos os Açores no congresso da DRV, a nossa congénere alemã, como um dos destinos dos pós tours daquele evento”.

No ano passado, em 2017, foi a congénere britânica, a ABTA, que realizou o seu congresso nos Açores e, depois do Congresso da APAVT este ano, segue-se o da CEAV, congénere espanhola, que terá lugar na Terceira em 2019.

 

Clique para mais notícias: APAVT

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Nunca acreditaram. Sempre falaram e… nada fizeram!...

19-05-2020 (18h00)

Uns disseram que «não haveria lei dos vouchers», claro que não, pois se «os agentes de viagens não têm voz em Portugal»…

Vendas BSP das agências de viagens portuguesas caíram mais de 99% em Abril

18-05-2020 (17h18)

As vendas de voos regulares pelas agências de viagens portuguesas através dos GDS caíram 99,3% no mês de Abril, em que o país esteve em estado de emergência para travar as contaminações por covid-19.

Receita de voos das agências de viagens portuguesas caiu 156,5 milhões de euros em Março e Abril

18-05-2020 (17h16)

As agências de viagens portuguesas sofreram nos meses de Março e Abril uma queda das vendas de voos regulares através dos GDS que já atinge 156,5 milhões de euros, indicam dados do BSP Portugal a que o PressTUR teve acesso.

Comissão Europeia quer que vouchers para viagens canceladas tenham protecção em caso de insolvência

13-05-2020 (15h57)

A Comissão Europeia defendeu hoje a criação de garantias públicas, por exemplo dadas pelos países europeus, ou privadas, como através de seguradoras, para atrair passageiros a optar pelos vouchers em situações de viagens canceladas devido à pandemia.

TUI declara que a covid-19 é “a maior crise” que o turismo alguma vez enfrentou

13-05-2020 (12h30)

O grupo TUI, maior grupo turístico europeu, com 18,9 mil milhões de euros de volume de negócios e 21 milhões de clientes em 2019, declarou hoje, ao publicar o balanço do seu primeiro semestre, a covid-19 como "a maior crise" que o turismo alguma vez enfrentou.

Opinião e Análise