Air Canada anuncia perdas de 1,1 mil milhões de euros no 2º trimestre

31-07-2020 (16h44)

Foto: Air Canadá
Foto: Air Canadá

A Air Canada anunciou hoje que perdeu mais de 1,7 mil milhões de dólares canadianos (1,1 mil milhões de euros) no segundo trimestre, devido aos "efeitos devastadores" da pandemia de covid-19.

O volume de negócios da companhia aérea caiu 89% no segundo trimestre, com a suspensão da maior parte dos voos devido às medidas de confinamento e ao encerramento de fronteiras, restrições impostas pelos governos para conter a pandemia, indicou a Air Canada em comunicado.

No segundo trimestre de 2019, a Air Canada tinha alcançado um lucro de 343 milhões de dólares.

As receitas da empresa ficaram em 527 milhões de dólares, quando tinham atingido 4,7 mil milhões de dólares no mesmo período de 2019.

As receitas do transporte de carga, porém, aumentaram 52% para 269 milhões de dólares, com os Boeing 777 e 787 a serem utilizados para transportar equipamentos médicos destinados ao combate à pandemia.

Em relação ao período homólogo do ano passado, o número de passageiros caiu 96%, forçando a Air Canadá a retirar da sua frota 79 aparelhos (mais de 30% do total) e a suprimir 20 mil empregos, mais de 50% do seu pessoal.

A Air Canada reduziu a sua capacidade de transporte em 92% no segundo trimestre, em relação ao ano anterior.

"Os resultados da Air Canada no segundo trimestre confirmam os efeitos devastadores e sem precedentes da pandemia de covid-19 e das restrições nas deslocações, encerramento de fronteiras e medidas de quarentena impostas pelas autoridades governamentais", declarou Calin Rovinescu, líder da Air Canada.

"No Canadá, as restrições federais e regionais foram das mais rigorosas do mundo. Essas restrições levaram a uma cessação de quase todas as atividades do setor da aviação comercial", afirmou.

A companhia apelou a Otava para adotar "medidas prudentes" para substituir restrições mais globais, apontando "um contexto operacional praticamente impossível".

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Air Canada

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Companhia aérea brasileira Azul regista prejuízo de 450 milhões de euros no segundo trimestre

14-08-2020 (18h45)

A companhia aérea brasileira Azul registou um prejuízo de 2,9 mil milhões de reais (450 milhões de euros) no segundo trimestre de 2020, segundo balanço financeiro divulgado pela empresa.

EuroAtlantic vai ter novo horário na ligação para Bissau

14-08-2020 (18h12)

A euroAtlantic vai começar voar para a Guiné-Bissau num novo horário, com chegada diurna à capital guineense, a partir de 4 de Setembro, informou a companhia aérea.

Brasileira Azul lança empresa de aviação regional

12-08-2020 (20h37)

A companhia aérea brasileira Azul lançou na terça-feira uma nova subsidiária para o mercado de voos regionais, denominada Azul Conecta, que pretende chegar a 200 cidades nos próximos anos.

Portugal mantém-se no final de Julho a 8ª maior origem/destino de passageiros dos aeroportos espanhóis

12-08-2020 (17h03)

Os aeroportos espanhóis contabilizaram 1,077 milhões de passageiros em voos de/para Portugal nos primeiros sete meses deste ano, o que mantém o país como 8ª maior origem/destino de passageiros, ainda que a pandemia tenha causado uma quebra em 66% ou 2,087 milhões.

Pandemia já tirou mais de 105 milhões de passageiros aos aeroportos espanhóis

12-08-2020 (15h35)

Os aeroportos espanhóis tiveram em Julho quase sete milhões de passageiros, mas ainda assim ficaram 76,3% ou 22,4 milhões abaixo do mês homólogo de 2019, elevando a quebra desde o início do ano para 106,8 milhões (-67,9%), de acordo com os dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis recolhidos pelo PressTUR.

Opinião e Análise