Associações do Turismo pedem medidas coordenadas na UE para planear a retoma das viagens

25-01-2021 (13h42)

Foto: Unsplash / Jakob Braun
Foto: Unsplash / Jakob Braun

As principais associações sectoriais do turismo na Europa, entre as quais a ECTAA (agências de viagens), a CLIA (cruzeiros) e a Hotrec (hotelaria), apelaram aos eurodeputados para implementarem com urgência medidas coordenadas que permitam planear a retoma das viagens e turismo assim que a situação epidemiológica melhorar.

“Embora o foco actual deva ser conter a propagação da covid-19 na Europa, não devemos perder de vista o dia seguinte”, começa por dizer o comunicado divulgado hoje pela NET (Network for the European private sector in Tourism).

“Os viajantes estão à procura de um sinal claro sobre quando podem viajar com segurança novamente. E o sector das viagens e turismo precisa de ter uma perspectiva para poder retomar os seus negócios”, prossegue o comunicado.

Por estes motivos, a NET insta os Estados-membros e os decisores políticos da União Europeia (UE) a continuar o debate e a chegar a um acordo sobre as medidas coordenadas necessárias para o sucesso da retoma das viagens e turismo assim que a situação epidemiológica melhorar.

Em concreto, a NET pede aos decisores políticos para “acelerar as taxas de vacinação em todo o continente”; “adoptar uma abordagem comum na UE para definir as taxas de incidência, o que poderia desencadear o relaxamento das restrições que aumentariam a confiança do público através do acompanhamento do progresso”; e “continuar a discussão sobre o formulário comum de localização digital de passageiros para todos os meios de transporte”.

As associações instam os decisores a “construir um sistema comum de garantia para testes e vacinações”; “garantir testes confiáveis, acessíveis e eficientes para substituir os requisitos de quarentena e outras restrições à livre circulação de pessoas; e “continuar a avaliar o uso de testes de antígenios em substituição de testes de PCR”.

Por outro lado, a NET pede que sejam anunciadas “de forma clara, abrangente e oportuna (pelo menos cinco dias) as informações sobre as restrições e respectivos requisitos”, que seja evitada a “alteração contínua das restrições de viagem” e que seja implementada “uma estratégia com uma visão de longo prazo, desenhada com uma perspectiva sobre outras doenças ou ameaças semelhantes no futuro”.

As associações depositam “todas as esperanças” no sucesso destas medidas coordenadas, “com o objectivo de restaurar a confiança e tornar novamente possíveis as viagens seguras”.

Enquanto a retoma está por acontecer, o sector precisa de “apoio financeiro contínuo”, acrescenta o comunicado.

 

Clique para ver mais: Europa

Clique para ver mais: Empresas&Negócios

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Quebra de passageiros dos aeroportos portugueses até Maio ultrapassa os 17 milhões

23-06-2021 (16h14)

Os aeroportos portugueses somaram 2,84 milhões de passageiros de passageiros nos primeiros cinco meses deste ano, com uma quebra de 17,18 milhões relativamente ao período homólogo de 2019, pré-pandemia de covid-19, segundo dados publicados pela ANAC Portugal.

Novo eco-resort 5-estrelas em Maiorca já recebe hóspedes

23-06-2021 (14h16)

O LJs Ratxó - Eco Luxury Retreat, na Sierra de Tramuntana, em Maiorca, um retiro ecológico 5-estrelas com 25 quartos numa propriedade do século XIV com 2,6 milhões de metros quadrados a poucos quilómetros de Puigpunyent, já está disponível para receber hóspedes.

Ryanair anuncia nova rota Faro – Teesside para este Verão

23-06-2021 (13h13)

A Ryanair anunciou uma nova rota para este Verão entre Faro e Teesside, no Norte de Inglaterra, que se junta às novas ligações já anunciadas entre o Algarve e Belfast City e entre Lisboa e Colónia, confirmadas hoje em Lisboa por Michael O'Leary, CEO do Grupo.

Macau promove feira internacional de turismo para revitalizar o sector

23-06-2021 (10h20)

Macau, que encerrou o seu Centro de Promoção e Informação Turística em Lisboa, vai organizar uma feira internacional de turismo de 9 a 11 de Julho, que pretende ser um “contributo para a recuperação e revitalização” do sector.

Autotestes nos eventos deixam de precisar de supervisão por profissional de saúde

23-06-2021 (10h10)

Os autotestes rápidos feitos no próprio dia e local onde decorrem os eventos culturais, desportivos ou corporativos onde a testagem à covid-19 é recomendada deixaram de ter de ser supervisionados por profissionais de saúde, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Opinião e Análise