Açores deixa de exigir quarentena a passageiros com teste negativo

28-05-2020 (10h24)

Capelinhos, Faial, Açores
Capelinhos, Faial, Açores

Os passageiros que desembarcam nos Açores vão ser dispensados de permanecer em isolamento profilático ou de realizar quarentena caso testem negativo à covid-19, ao contrário do que acontecia até agora, anunciou hoje o presidente do Governo Regional.

"Com a maior consciência que existe e que nós acreditamos que neste momento existe do ponto de vista dos cuidados que se deve ter nessa situação, essa [a quarentena e o isolamento profilático] deixa de ser uma exigência", disse Vasco Cordeiro hoje, no Palácio de Sant'Ana, em Ponta Delgada, depois de reunir-se com as Câmaras do Comércio da região e com a Associação dos Industriais de Construção Civil e Obras Públicas dos Açores (AICOPA).

A medida entrará em vigor na sexta-feira.

O governante salientou ainda que para os passageiros que cheguem do exterior à região continuará a existir a "necessidade de chegar já com um teste" realizado ou de "realizar um teste à chegada".

Nesse caso, como agora sucede, os viajantes permanecerão em unidade hoteleira por um máximo de 48 horas até chegar o resultado do teste.

O executivo açoriano anunciou no dia 16 deste mês que os passageiros que chegassem à região deixariam de ser obrigados a ficar 14 dias em confinamento numa unidade hoteleira – medida implementada desde o dia 26 de março, no âmbito do combate à propagação do surto de covid-19 –, depois de o Tribunal de Ponta Delgada ter deferido um pedido de libertação imediata ('habeas corpus') feito por um queixoso, que se encontrava em confinamento num hotel na ilha de São Miguel.

Posteriormente, o presidente do Governo dos Açores anunciou o alargar da medida a todos os que se encontravam atualmente em unidades hoteleiras e aos que chegarão no futuro, apresentando várias alternativas a quem chegue a São Miguel ou à Terceira: a realização de um teste à covid-19 à chegada é uma delas (teste a repetir ao quinto dia e ao 13.º dia depois da chegada), uma quarentena voluntária outra e o regresso ao local de origem é também uma hipótese.

A Ryanair e a SATA não estão ainda a operar entre o continente e a região, mas a TAP continua a ter ligações, embora em menor número do que o habitual, entre Lisboa e São Miguel e Lisboa e a ilha Terceira.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Açores

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo Air France vai despedir 42% do staff da Hop! e 16% da Air France

06-07-2020 (19h09)

O Grupo Air France vai apresentar, em finais de Julho, um plano de reconstrução até 2022 que inclui a redução de 42% do staff na companhia aérea regional Hop! e 16% na companhia aérea Air France, num total de cerca de 7.580 postos de trabalho.

Voos de e para Luanda limitados a 75% da capacidade e 1/3 da frequência

06-07-2020 (17h28)

Os voos de/para Luanda, uma rota em que no ano passado voaram 517,2 mil passageiros e que a TAP indica no seu website ter planeado retomar duas vezes por semana este mês e chegar a quatro por semana em Agosto, terão limitações de capacidade e frequência fixadas por Angola.

British Airways programa 20 voos para Lisboa e Faro esta semana

06-07-2020 (16h59)

A programação da companhia britânica British Airways para esta semana inclui 20 voos para Lisboa e Faro de Londres Heathrow, a despeito da imposição de quarentenas aos passageiros que cheguem de Portugal.

Aegean retoma voos para Lisboa este mês, duas vezes por semana

06-07-2020 (16h52)

A companhia de aviação grega Aegean Airlines tem programados para este mês dois voos por semana entre o seu hub de Atenas Eleftherios Venizelos e Lisboa, às terças e Sábados.

TAP informa mercado sobre acordo de princípio entre Estado e privados

03-07-2020 (19h02)

A TAP informou hoje o mercado, através de um comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), do acordo de princípio atingido esta quinta-feira à noite entre os privados e o Estado, para viabilizar a empresa.

Opinião e Análise