Aeroportos espanhóis chegaram a perto de nove milhões de passageiros em Agosto

14-09-2020 (15h33)

Embora com uma quebra que ficou à beira de 70%, os aeroportos espanhóis ficaram perto dos nove milhões de passageiros em Agosto, com três deles, Madrid, Palma de Maiorca e Barcelona a passarem o milhão de embarques e desembarques.

Os dados publicados hoje pela AENA, gestora dos aeroportos espanhóis indicam que Madrid recuperou a liderança, com 1,35 milhões de passageiros, voltando a superiorizar-se a Palma de Maiorca, que liderara em Julho mas em Agosto foi nº 2, com 1,24 milhões (clique para ler: Palma de Maiorca subiu a primeiro aeroporto espanhol em Julho, à frente de Madrid e Barcelona), ainda assim à frente do tradicional nº2, Barcelona, que teve 1,11 milhões.

Depois de Barcelona estiveram Málaga, com 677,8 mil passageiros, Ibiza, com 574,9 mil, Alicante, com 480,7 mil, Gran Canária, com 469,5 mil, Tenerife Norte, com 375,9 mil, Valência, com 338,4 mil, e Menorca, com 321,3 mil.

No total, os aeroportos espanhóis somaram em Agosto 8,95 milhões de passageiros, mais 1,96 milhões que em Julho, mas menos 20,5 milhões (-69,6%) que em Agosto de 2019.

As maiores quedas face ao mês homólogo de 2019 ocorreram nos maiores aeroportos, com Madrid a ter menos 4,43 milhões (-76,6%), Barcelona com menos 4,3 milhões (-79,5%), Palma de Maiorca com menos 3,04 milhões (-71%), Málaga com menos 1,52 milhões (-69,3%) e Alicante com menos 1,21 milhões (-71,6%).

Entre as maiores quebras do mês estiveram também os aeroportos de Ibiza, com menos 801,3 mil (-58,2%), Gran Canária, com menos 612,6 mil (56,6%), Tenerife Sul, com menos 681,2 mil (-74,6%), Valência, com menos 551,3 mil (-62%), e Lanzarote, com menos 409,2 mil (-59,6%).

No conjunto dos primeiros oito meses deste ano, os aeroportos espanhóis contam 59,41 milhões de passageiros, -68,2% ou menos 127,39 milhões que no período homólogo de 2019.

Só os três maiores aeroportos espanhóis acumulam uma quebra de 68,92 milhões de passageiros, com uma queda média em 70,6%, incluindo decréscimos de 66,6% em Madrid (menos 27,31 milhões), de 71,1% em Barcelona (menos 15,29 milhões) e de 77,4% em Palma de Maiorca (menos 16,31 milhões).

Madrid mantém-se o maior aeroporto espanhol, com 13,7 milhões de passageiros, seguido por Barcelona, com 10,29 milhões, e Palma de Maiorca, com 4,75 milhões.

Depois estão Málaga, com 4,1 milhões (-70% ou menos 9,55 milhões que no período homólogo de 2019), Gran Canária, com 3,88 milhões (-55,8% ou menos 4,89 milhões), Alicante, com três milhões (-70,7% ou menos 7,25 milhões), Tenerife Sul, com 2,78 milhões (-62,6% ou menos 4,65 milhões), Valência, com 1,98 milhões (-65,6% ou menos 3,78 milhões), Lanzarote, com 1,89 milhões (-61,5% ou menos três milhões), e Tenerife Norte, com 1,88 milhões (-51,1% ou menos 1,97 milhões).

 

Clique para mais notícias: Aeroportos espanhóis

Clique para mais notícias: Espanha

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hangar de manutenção em Beja começa a funcionar faseadamente em Outubro

29-09-2020 (13h04)

O hangar da empresa Mesa para manutenção de aviões no aeroporto de Beja vai começar a funcionar em Outubro, após um investimento de 30 milhões de euros, revelou à agência Lusa o presidente do grupo proprietário.

Procura de transporte aéreo de/para Portugal continua a cair mais que a oferta

28-09-2020 (17h53)

Apesar das sucessivas ‘reclamações’ de mais voos, a oferta de transporte aéreo manteve em Agosto uma evolução menos negativa que a procura, de acordo com os dados divulgados pela ANAC, Autoridade Nacional da Aviação Civil portuguesa no seu boletim sobre a evolução em Agosto.

American Airlines programa retomar voos para Lisboa no final de Março

28-09-2020 (13h04)

A American Airlines, maior companhia de aviação do mundo, tem programado retomar os voos de Filadélfia para Lisboa a 27 de Março, início do chamado Verão IATA 2021.

Brasil suspende restrição à entrada de estrangeiros por via aérea

28-09-2020 (11h12)

Governo do Brasil suspendeu as restrições à entrada de estrangeiros no país por via aérea devido à pandemia de covid-19, mas mantém a proibição de entrada por vias terrestres e aquáticas.

Évora acolhe projecto de nova aeronave do CEiiA e de empresa brasileira

25-09-2020 (16h36)

O primeiro programa aeronáutico completo de Portugal, o ATL-100, para desenvolver, fabricar e operar uma nova aeronave ligeira, é apresentado hoje, sexta-feira 25 de Setembro, em Évora, numa parceria entre o CEiiA e a empresa brasileira DESAER.

Ultimas Noticias

Opinião e Análise