Aeroportos portugueses tiveram recorde de 6,2 milhões de passageiros em Julho

26-08-2019 (17h27)

Foto: ANA/Vinci
Foto: ANA/Vinci

Os dez aeroportos portugueses no continente e Regiões Autónomas geridos pela ANA Aeroportos de Portugal, subsidiária do grupo francês Vinci, tiveram em Julho, pela primeira vez, mais de seis milhões de passageiros num mês.

Dados a que o PressTUR teve acesso indicam que os dez aeroportos tiveram um total de 6,214 milhões de embarques e desembarques este Julho, com um aumento em 7% ou 405,4 mil em relação a Julho de 2018, que representa uma aceleração do crescimento, apesar da conjuntura ser menos favorável, já que em Julho de 2018 o crescimento tinha sido em 3,7% ou 207,2 mil, para 5,808 milhões.

Os aeroportos do continente concentraram 89,7% do total de passageiros do mês de Julho, mais 0,54 pontos que em Julho de 2018, reflectindo um crescimento médio de 7,6% que representou um aumento de 395 mil passageiros, com o qual somaram 5,574 milhões.

O Aeroporto de Lisboa, com 3,1 milhões de passageiros, concentrou 50% do total de passageiros em Aeroportos da ANA, o Porto, com 1,296 milhões, concentrou 20,9% e Faro, com 1,172 milhões, concentrou 18,9%.

Faro, cujo aumento de passageiros em Julho foi em 2,2% ou 24,9 mil, foi o único a ter uma redução da quota, de 0,89 pontos, enquanto o Porto, com um aumento em 12,6% ou 145,4 mil, teve o reforço de 1,05 pontos, e Lisboa, com um aumento de passageiros em 7,8% ou 224,7 mil, teve +0,38 pontos.

O Aeroporto da Madeira foi, por sua vez, o único dos grandes aeroportos da ANA a ter queda de passageiros no mês de Julho, com -2% ou menos seis mil que em Julho de 2018, baixando para 305,1 mil, o que equivale a 4,9% do total dos aeroportos da ANA, -0,45 pontos que em Julho de 2018.

Já o Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada, maior aeroporto dos Açores, manteve praticamente a quota de 4% de Julho de 2018, ao registar em Julho deste ano um aumento de passageiros em 6,1% ou 14,3 mil, para 248,77 mil.

No conjunto dos primeiros sete meses deste ano, os dez aeroportos geridos pela ANA/Vinci somam 33,675 milhões de passageiros, 52,6% em Lisboa, 22,1% no Porto, 15,3% em Faro, 5,6% na Madeira e 3,4% em Ponta Delgada.

Em relação aos primeiros sete meses de 2018, Porto e Ponta Delgada tem aumentos de quota respectivamente em 0,66 e em 0,02 pontos, enquanto Lisboa, Faro e Funchal têm decréscimos respectivamente em 0,14, em 0,21 e em 0,31 pontos.

Os dados a que o PressTUR teve acesso mostram um aumento de passageiros nos aeroportos geridos pela ANA/Vinci em 7,1% ou 2,238 milhões nos primeiros sete meses, com o Porto a liderar, com um aumento em 10,4%, mas com o maior contributo a ser do Aeroporto de Lisboa, com mais 1,133 milhões de passageiros (+6,8%), enquanto no Porto o aumento foi de 701,7 mil.

O segundo crescimento mais forte do período, ainda acima do aumento médio dos dez aeroportos geridos pela ANA/Vinci, foi o da Aeroporto da Horta, Açores, em 8,7% (mais cerca de 12 mil, para 148,8 mil), e seguidamente estiveram mais dois aeroportos açorianos, Ponta Delgada, com +7,9% (mais 84 mil, para 1,153 milhões), e Flores, também em 7,9% (mais cerca de três mil, para 40,7 mil).

Seguiu-se Lisboa, já com um aumento inferior à média dos dez aeroportos geridos pela ANA/Vinci, com +6,8% (mais 1,133 milhões, para 17,717 milhões), e, depois, Faro com +5,7% (mais 276,8 mil, para 5,146 milhões).

O Funchal, quarto maior aeroporto português, teve um dos mais fracos crescimentos de passageiros nos primeiros sete meses deste ano, com +1,5% que no período homólogo de 2018 (mais 28,1 mil, para 1,87 milhões), apenas melhor que os +0,3% do Aeroporto de Porto Santo (mais 277 passageiros, para 90,8 mil), mas ainda mais fraco que os +3,2% do Aeroporto de Santa Maria, Açores (mais 1,7 mil, para 56,8 mil). 

Para ler mais clique:

Aeroporto de Lisboa passou a marca dos três milhões de passageiros pela 1ª vez em Julho

Voos com os EUA e com o Brasil tiveram os maiores aumentos de passageiros em Lisboa em Julho

 

Clique para mais notícias: Aeroporto de Lisboa

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

United e American Airlines vão despedir 32.000 trabalhadores

01-10-2020 (15h26)

A companhia aérea norte-americana United Airlines anunciou que vai despedir a partir de hoje 13.000 funcionários, poucas horas depois da American Airlines ter anunciado que iria dispensar 19.000.

‘Família’ Pedrosa sai da Administração da TAP, mas grupo Barraqueiro mantém ‘representante’ (Actualiza)

01-10-2020 (12h41)

A TAP anunciou hoje a renúncia de Humberto Pedrosa e do seu filho David Pedrosa dos cargos que exerciam no grupo aéreo, nomeadamente de presidente da Administração e Vogal da Administração da companhia aérea TAP, SA, mas sem que o seu Grupo Barraqueiro deixe de estar representado.

Humberto e David Pedrosa renunciam aos cargos na administração na TAP

01-10-2020 (09h14)

Humberto e David Pedrosa apresentaram na quarta-feira a renúncia aos cargos de presidente e vogal, respectivamente, na TAP e nas demais sociedades do Grupo TAP onde exercem funções de administração.

Aer Lingus programa ter quatro voos por semana Dublin – Faro este Outubro

30-09-2020 (17h53)

A companhia de aviação irlandesa Aer Lingus, do IAG, tem programado fazer quatro voos por semana entre Dublin e Faro de 1 a 24 de Outubro, que são as últimas semanas do chamado Verão IATA.

TAP liga 25% mais cidades mesmo tendo só 30% da capacidade, diz o seu Chief Revenue & Network

30-09-2020 (17h46)

O Chief Revenue & Network da TAP, Arik De, comentou nas redes sociais que a companhia, embora tenha a sua capacidade reduzida a 30% do que tinha há um ano, liga 25% mais de cidades do que antes da pandemia, com uma redução de 92% no tempo médio de ligação.

Opinião e Análise