Afra Airways pretende iniciar operações em finais de Agosto ou em Setembro

03-05-2016 (15h23)

A Afra Airways, a nova companhia aérea do Burundi, com capital maioritário espanhol e sede e base de operações na capital Bujumbura, pretende iniciar operações em finais de Agosto ou em Setembro.

Numa fase inicial a transportadora planeia fazer ligações entre a capital do Burundi e Nairobi, Dar el Salaam, Kilimandjaro, Zanzibar, Addis Ababa, Entebbe, Juba, Kigali Lusaka e Lubumbashi.

As ligações vão ser feitas em aeronaves Embraer, depois de investimentos na ordem dos 5,25 milhões de euros, sendo os bilhetes distribuídos com a World Ticket através do GSA espanhol Summerwinds.

A companhia aérea é reconhecida pelo Ministério de Transportes do Burundi e, entre as licenças aprovadas para o seu funcionamento, planeia abrir a primeira Escola de Formação Aeronáutica do Burundi, a construção de um hangar em terrenos cedidos pela aviação civil local e, num futuro próximo, aceder a uma licença de handling no Burundi.

A companhia anunciou ainda que também está em negociações com os governos do Uganda e da Tanzânia, "que carecem de companhia aérea de bandeira actualmente".

O controlo accionista da Afraair pertence a Manuel Pereira, que nos seus 30 anos no sector trabalhou na criação e desenvolvimento da Emitur, e conta com profissionais espanhóis nos departamentos de operações, formação, qualidade, manutenção e técnico.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP informa mercado sobre acordo de princípio entre Estado e privados

03-07-2020 (19h02)

A TAP informou hoje o mercado, através de um comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), do acordo de princípio atingido esta quinta-feira à noite entre os privados e o Estado, para viabilizar a empresa.

Frasquilho avisa que próximos tempos na TAP serão difíceis, mas superados

03-07-2020 (18h57)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, alertou os trabalhadores numa mensagem a que o PressTUR teve acesso que os próximos tempos serão difíceis, mas serão superados “com alguns sacrifícios”.

Azul anuncia venda da participação na TAP ao Governo português

03-07-2020 (14h03)

A Azul anunciou hoje que chegou a acordo com o Governo português para vender a sua participação indirecta na TAP de 6%, por aproximadamente 65 milhões de reais (10,84 milhões de euros), e abdicar do direito de conversão dos bónus séniores de 90 milhões de euros que venciam em 2026.

Ryanair acusa agências de viagens online de bloquear reembolsos

03-07-2020 (12h32)

A Ryanair acusou hoje "agências de viagens online não autorizadas" de bloquear reembolsos de clientes, por utilizarem "emails falsos e cartões de crédito virtuais" impedindo que as reservas "possam ser rastreadas até ao consumidor individual".

CEO da TAP cessa funções de imediato

02-07-2020 (23h57)

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, vai ser substituído "de imediato", anunciou o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, revelando que o Governo vai recorrer a uma empresa para recrutar uma nova equipa de gestão para a companhia.

Opinião e Análise