American Airlines prolonga operações Filadélfia – Lisboa

26-12-2019 (18h26)

Imagem: American Airlines
Imagem: American Airlines

A norte-americana American Airlines, maior companhia de aviação do mundo, vai prolongar a operação da rota sazonal Filadélfia – Lisboa por mais cerca de dois meses e meio, mantendo-a até 5 de Janeiro de 2021.

A companhia tinha previsto inicialmente operar essa rota até 23 de Outubro.

A informação indica que a American voará entre Filadélfia e Lisboa em Airbus A330-200 a partir de 24 de Outubro, em lugar do Boeing B767-300ER.

A American também vai prolongar as rotas sazonais entre Chicago O’Hare e Atenas e Barcelona, bem como a rota Dallas Fort Worth – Roma e Filadélfia – Praga.

 

Clique para mais notícias: American Airlines

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair reduz mais 20% na capacidade para Outubro

18-09-2020 (17h04)

A Ryanair anunciou hoje uma redução adicional de 20% na capacidade para Outubro, além da redução de 20% já anunciada em Agosto, devido ao impacto das “contínuas mudanças nas políticas e restrições de viagens” na União Europeia.

Emirates retoma voos para Angola a 1 de Outubro

18-09-2020 (16h19)

A Emirates anunciou que vai retomar a rota Dubai – Luanda no dia 1 de Outubro, com um voo por semana.

Aeroportos europeus tiveram -69% de passageiros no seu melhor mês do ano

18-09-2020 (16h05)

Os aeroportos europeus tiveram este mês de Agosto, tradicionalmente o seu melhor mês do ano, uma quebra de passageiros em 69%, que equivale a uma perda de 176,5 milhões, de acordo com o ACI Europe.

Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes

18-09-2020 (14h00)

Mais de 20 organizações europeias de turismo e de aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes.

Cidade de Wuhan recebe primeiro voo internacional desde Janeiro

18-09-2020 (13h09)

A cidade chinesa de Wuhan, primeiro local onde o novo coronavírus foi registado em Dezembro de 2019, recebeu o seu primeiro voo internacional desde Janeiro, quando o aeroporto foi encerrado devido à covid-19.

Opinião e Análise