Azul omite quebra homóloga de tráfego em 80% no mês de Junho

08-07-2020 (12h10)

Foto: ANA Aeroportos
Foto: ANA Aeroportos

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada pelo ex-accionista da referência da TAP David Neeleman, repetiu hoje o modelo de informar a evolução de tráfego em relação ao mês anterior, em que tem crescimento em 43,6%, mas omitir a quebra em relação ao mês homólogo de 2019, que atinge 80%, de acordo com os cálculos do PressTUR.

A informação da companhia centra-se integralmente na comparação com Maio, apresentando crescimentos de 47% no mercado de voos domésticos e de 27,8% nos internacionais, mas quando se compara com Junho de 2019 a Azul tem quebras de 77,5% nos voos domésticos e de 87,6% nos internacionais.

Estas quebras levam, aliás, a que no segundo trimestre, de acordo com os cálculos do PressTUR, a Azul tenha uma quebra de tráfego (em RPK, do inglês para passageiros x quilómetros voados) em relação ao período homólogo de 2019 de 85,2%, com quebras de 83,8% no mercado doméstico e de 89,6% no internacional.

Da mesma forma, a evolução no segundo trimestre leva a que o balanço do primeiro semestre seja uma quebra de 37,4%, com quebras de 37% no mercado doméstico e de 38,5% no internacional.

 

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lufthansa programa ter este Agosto 60 voos por semana dos seus hubs para Portugal

03-08-2020 (13h17)

A companhia alemã Lufthansa, líder do maior grupo aéreo europeu, tem programado para este mês de Agosto fazer 60 voos por semana dos seus hubs de Frankfurte e Munique aeroportos portugueses.

ACI, A4E e IATA dizem que os governos prejudicam mais do que ajudam

31-07-2020 (17h15)

As associações comerciais representativas de aeroportos e companhias aéreas europeias ACI, A4E e IATA acusaram hoje os governos europeus de terem “uma abordagem inconsistente das restrições de viagem”.

Air Canada anuncia perdas de 1,1 mil milhões de euros no 2º trimestre

31-07-2020 (16h44)

A Air Canada anunciou hoje que perdeu mais de 1,7 mil milhões de dólares canadianos (1,1 mil milhões de euros) no segundo trimestre, devido aos "efeitos devastadores" da pandemia de covid-19.

Bruxelas aprova apoio alemão de 840 milhões para cobrir vouchers de viagens canceladas

31-07-2020 (12h09)

A Comissão Europeia deu hoje ‘luz verde’ a um apoio estatal da Alemanha de 840 milhões de euros para cobrir vouchers emitidos por operadores turísticos para compensar cancelamentos de viagens devido à covid-19, visando tornar esta numa opção mais “fiável”.

‘Delfim’ de Antonoaldo Neves escolhido para novo CEO da TAP

30-07-2020 (19h39)

Fonte oficial do Ministério das Infra-estruturas já confirmou à Lusa que Ramiro Sequeira, promovido a COO da TAP por Antonoaldo Neves, é a escolha do Governo para substituir o gestor brasileiro em CEO da companhia portuguesa.

Opinião e Análise