Centenas de voos cancelados hoje em França devido a greve geral

05-12-2019 (15h28)

Foto: Trinity Moss / Unsplash
Foto: Trinity Moss / Unsplash

A greve geral em França contra o projecto de revisão do sistema de reformas provocou o cancelamento de centenas de voos hoje. Um sindicato de controladores de tráfego aéreo que se juntou a esta greve vai continuar o protesto até Domingo, dia 8.

A autoridade francesa para a aviação civil já tinha solicitado às companhias aéreas o cancelamento de 20% dos voos programados para hoje, dia 5 de Dezembro, para os aeroportos de Paris Charles de Gaulle, Paris Orly, Lyon, Marselha, Toulouse e Bordéus.

A Air France, de acordo com a imprensa francesa, cancelou 30% dos seus voos domésticos e 20% dos seus voos de médio curso, e assegurou a manutenção de todos os voos de longo curso.

A easyJet, por sua vez, cancelou 233 voos, incluindo 70 de e para o Reino Unido, de um total de 1.186 voos programados.

A Ryanair não especificou quantas partidas cancelou, enquanto a Vueling avançou a previsão de cancelar 16 voos para os aeroportos de Paris Charles de Gaulle e Paris Orly, a Air Algérie cancelou 12 voos para os dois aeroportos da capital e para Marselha, a Volotea cancelou dez voos nas suas bases em França e a Swiss cancelou uma rotação Zurique – Paris, segundo o portal especializado em notícias de aviação “Air Journal”.

A Transavia France manteve os seus voos e a Air Corsica anunciou que tinha previsto perturbações para os seus voos até Domingo.

As notícias acrescentam ainda que companhias estrangeiras como a British Airways, Royal Air Maroc e a TAP não avançaram informações detalhadas sobre os seus voos de e para França, mas avisaram que tinham previsto que os seus voos que atravessam o espaço aéreo em França poderiam ser afectados.

Um aviso no site da TAP com data de 3 de Dezembro diz que “devido à greve geral em França, a TAP informa que os Passageiros podem alterar as suas viagens de e para os aeroportos franceses marcadas para os dias 4 a 8 de Dezembro de 2019, com isenção da taxa de alteração, para voos até ao dia 15 de Dezembro de 2019”.

“Apesar de totalmente alheia a este greve, pedimos desculpa pelo incómodo e reafirmamos o compromisso da TAP de tudo fazer para minimizar o impacto desta greve nos planos de viagem dos nossos Clientes”, acrescenta a companhia de aviação portuguesa.

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAAG recebe o primeiro de seis Dash 8-400 encomendados à Bombardier

06-08-2020 (15h57)

A TAAG - Linhas Aéreas de Angola recebeu a primeira de seis aeronaves Dash 8-400 encomendadas em 2018 à empresa canadiana Bombardier.

CEO do grupo Lufthansa advoga ‘acto de contrição’ da aviação

06-08-2020 (14h31)

A pandemia de covid-19 é também “uma oportunidade única para a aviação se recalibrar”, defende o CEO do grupo Lufthansa, o maior grupo europeu de companhias de aviação de rede, que propõe que se questione o status quo e “em lugar de se batalhar por ‘crescimento a qualquer preço’ se “crie valor de forma sustentável e responsável”.

Emirates vai retomar voo em A380 para Guangzhou a partir de Sábado

05-08-2020 (18h39)

A Emirates, uma das maiores transportadoras aéreas do Médio Oriente, com base no Dubai, anunciou a retoma de voos em aeronave A380 para Guangzhou, na China, a partir de Sábado.

Virgin Australia encerra filial lowcost e corta 3.000 postos de trabalho

05-08-2020 (17h49)

A companhia aérea Virgin Australia anunciou hoje que vai fechar a sua filial Tigerair Australia e suprimir 3.000 postos de trabalho, devido à crise de Covid-19 que afectou drasticamente as empresas de aviação.

Tribunal condena Ryanair/Crewlink a reintegrar tripulante

05-08-2020 (17h42)

O Tribunal da Comarca dos Açores “condenou a Ryanair por despedimento ilícito, e consequente reintegração” de um tripulante “despedido na sequência da greve”, disse hoje o SNPVAC – Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil.

Opinião e Análise