DECO recebeu mais de quatro mil queixas relativas a transporte aéreo em 2018

19-04-2019 (18h19)

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) recebeu mais de quatro mil reclamações relacionadas com transportes aéreos em 2018 e, no primeiro trimestre deste ano, elevam-se a 674.

Em comunicado, a DECO especificou que o número de reclamações relativas a transporte aéreo atingiu um total de 4.122.

“Nesta época de Páscoa, em que muitos portugueses viajam para estar com a família e para descansar longe do ‘stress’ do dia-a-dia, as reclamações relacionadas com transportes aéreos ganham especial importância”, assinala o comunicado, que elenca que as queixas mais numerosas são de atrasos e cancelamentos de voos, seguindo-se os problemas com bagagem e a emissão de bilhetes.

Quanto ao às reclamações provocadas por atrasos e cancelamentos dos voos, a DECO destaca “a falta de informação, a falta de assistência e os entraves ao pagamento da indemnização” como os principais motivos das queixas.

No caso dos problemas com a bagagem, os consumidores reclamam sobretudo de danos, atrasos e extravios.

“Estas queixas, apesar de ainda serem significativas, estão a baixar” e “as transportadoras são hoje mais transparentes e rápidas no tratamento destas situações”, acrescenta a DECO Proteste.

Em terceiro lugar estão as reclamações relativas a obstáculos à emissão de bilhetes, possibilidade de alterar as datas de voo e falta de informação sobre tarifas.

A Associação salienta que nas queixas dos consumidores “há também outras questões a ganhar peso”, citando “problemas com pagamentos para fazer o check-in, pagamentos de bagagens de mão e os tempos de espera no embarque e no desembarque”.

A Deco Proteste realça que os consumidores podem exigir o reembolso dos bilhetes nos casos em que os atrasos dos voos são de cinco ou mais horas e que quanto à bagagem têm direito a uma indemnização até um valor máximo de 1.220 euros, tendo sete dias para reclamar (ou 21 dias se tiver recebido a bagagem com atraso).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Administração da TAP SGPS desautoriza Comissão Executiva da companhia

27-05-2020 (19h59)

O Conselho de Administração da holding TAP, presidido por Miguel Frasquilho e no qual têm assento gestores indicados pelo Governo, desautorizou hoje a Comissão Executiva da companhia, mas sem consumar ‘a tomada do poder’.

Binter retoma voos Madeira - Porto Santo na segunda-feira

27-05-2020 (18h14)

A companhia aérea Binter vai retomar os voos entre as ilhas da Madeira e de Porto Santo nasegunda-feira, após a ligação ter sido suspensa devido às medidas de contenção da covid-19, anunciou hoje a empresa.

Aeroportos portugueses já estão a perder quase sete milhões de passageiros

27-05-2020 (17h39)

Os aeroportos portugueses registam no final de Abril uma quebra de 6,86 milhões de passageiros em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado, apesar dos ganhos que registaram até Março, pré-pandemia de covid-19, e em média anual até já estão com uma quebra em 7,4%.

Agência Europeia da Aviação Civil monitoriza orientações de segurança

27-05-2020 (17h38)

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA, na sigla em inglês) lançou um programa para monitorizar a implementação das orientações de segurança relativas à pandemia de covid-19 pelos aeroportos e pelas companhias aéreas europeias, foi hoje anunciado.

Boeing e Airbus investigam formas de evitar contágio em cabines

27-05-2020 (17h29)

Os fabricantes aéreos Boeing e Airbus estão a investigar formas de limitar o contágio da covid-19 dentro dos aviões, uma iniciativa para tranquilizar passageiros e relançar o tráfego aéreo, fortemente afectado pela pandemia.

Opinião e Análise