Dubai vai injectar capital na Emirates

31-03-2020 (15h10)

Foto: Travelport Portugal
Foto: Travelport Portugal

O Dubai vai injectar capital na companhia aérea Emirates para a ajudar a atravessar a crise causada pela pandemia de covid-19, que obrigou a transportadora a suspender os voos de passageiros.

A Emirates Airlines, com uma frota de 271 de aviões, é a maior companhia aérea do Médio Oriente e uma peça fundamental para a economia do Dubai e dos Emirados Árabes Unidos, em geral.

"O Governo do Dubai compromete-se a apoiar em pleno a Emirates neste momento crítico e vai injectar capitais na companhia", declarou o príncipe herdeiro do emirado, Hamdane ben Mohammed ben Rached Al-Maktoum, no Twitter.

"A Emirates, a nossa transportadora nacional, fez do Dubai uma placa giratória mundial do transporte aéreo e tem grande valor estratégico, sendo um dos principais pilares da economia do Dubai e dos Emirados Árabes Unidos", acrescentou, sem adiantar detalhes sobre a intervenção.

A Emirates, que tem a maior frota de aviões A380, com 118 exemplares, suspendeu os voos de passageiros na semana passada, no momento em que o país adoptou medidas para conter a propagação do novo coronavírus.

A companhia reduziu os custos baixando entre 25% e 50% os salários base da maior parte dos 100 mil funcionários, sublinhando que esta decisão se destinava a evitar despedimentos.

A companhia aérea transportou cerca de 90 milhões de passageiros no ano passado e é uma das poucas com lucros nos últimos anos.

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) indicou na semana passada que as receitas das companhias aéreas do Médio Oriente devem registar uma descida de 19 mil milhões de dólares em 2020, uma redução de 39% em relação ao ano anterior.

Nos Emirados Árabes Unidos, uma federação com sete membros, incluindo o Dubai, foram assinalados 611 casos de covid-19 e cinco mortes.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Emirates

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Passageiros numa ilha dos Açores com destino final outra deixam de ter de seguir viagem em 24 horas

29-05-2020 (18h35)

Os passageiros que se encontrem numa ilha dos Açores que não seja a do seu destino final deixam de estar obrigados a seguir viagem até 24 horas após a sua chegada, anunciou o presidente do Governo Regional.

SATA retoma ligações entre Lisboa e os Açores a 15 de Junho

29-05-2020 (18h24)

A Azores Airlines, do grupo SATA, vai retomar a 15 de Junho as ligações aéreas entre Lisboa e Ponta Delgada e Lisboa e a Terceira, bem como entre o Funchal e Ponta Delgada.

Transavia França anuncia retoma de voos para Portugal a 15 de Junho

29-05-2020 (17h04)

A Transavia França, low cost do grupo Air France KLM com operações de/para aeroportos franceses, anunciou a retoma de voos de/para Portugal de Lyon e Nantes, a 15 de Junho, e de Paris Orly e Montpellier, a 26 de Junho.

Finnair retoma voos para a Ásia a 1 de Julho

29-05-2020 (16h25)

A Finnair, companhia de aviação com hub em Helsínquia que tem forte implantação no transporte aéreo de passageiros entre a Europa e a Ásia, retoma essas ligações a 1 de Julho, com 10 rotas.

Plano de apoio à Lufthansa enfrenta ventos contrários

29-05-2020 (16h23)

O plano de apoio à Lufthansa face à pandemia de covid-19 e que ultrapassa os nove mil milhões de euros enfrenta ventos contrários de grande intensidade, especialmente por parte da comissária europeia da concorrência Margrethe Vestager.

Opinião e Análise