easyJet atribui crescimento das vendas corporate ao foco B2B

19-11-2019 (15h36)

A low cost easyJet, que se 'converteu' aos GDS para ganhar a colaboração das agências de viagens para crescer no mercado das viagens empresariais, indicou hoje que em 2019 teve um crescimento em 11% nesse mercado, acrescentando que foi proporcionado pelo foco nas vendas B2B a promover os seus produtos Flexi Fare e Inclusive.

A informação indica adicionalmente que o crescimento foi estimulado pelas vendas de rotas domésticas no Reino Unido, em França e na Alemanha, nas quais teve um aumento de passageiros em 13%.

A easyJet diz ainda na mesma informação publicada no comunicado sobre o balanço do exercício de 2019, terminado a 30 de Setembro, que calcula que a sua penetração no mercado corporate subiu 0,5 pontos, para 17,5%, mas também calcula um decréscimo em 4% o ‘prémio’ desse segmento, por “condições de mercado mais duras”.

A easyJet diz ainda que actualmente trabalha proactivamente com 40% das companhias do índice da Bolsa de Londres (FTSE100) e proporções ainda maiores de companhias nos índices das Bolsas de Frankfurt (DAX30) e de Paris (CAC40).

O documento apresenta a easyJet como portadora de uma oferta “atractiva” e “bem estabelecida” para o mercado corporate, nomeadamente por ser líder ou nº 2 nos principais aeroportos europeus, e diz que a sua base de clientes neste segmento subiu de dez milhões para 17 milhões entre 2012 e este ano.

Para ler mais clique:

easyJet Holidays arranca antes do Natal mo Reino Unido

easyJet e Travelport assinam novo acordo

 

Clique para mais notícias: easyJet

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP informa mercado sobre acordo de princípio entre Estado e privados

03-07-2020 (19h02)

A TAP informou hoje o mercado, através de um comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), do acordo de princípio atingido esta quinta-feira à noite entre os privados e o Estado, para viabilizar a empresa.

Frasquilho avisa que próximos tempos na TAP serão difíceis, mas superados

03-07-2020 (18h57)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, alertou os trabalhadores numa mensagem a que o PressTUR teve acesso que os próximos tempos serão difíceis, mas serão superados “com alguns sacrifícios”.

Azul anuncia venda da participação na TAP ao Governo português

03-07-2020 (14h03)

A Azul anunciou hoje que chegou a acordo com o Governo português para vender a sua participação indirecta na TAP de 6%, por aproximadamente 65 milhões de reais (10,84 milhões de euros), e abdicar do direito de conversão dos bónus séniores de 90 milhões de euros que venciam em 2026.

Ryanair acusa agências de viagens online de bloquear reembolsos

03-07-2020 (12h32)

A Ryanair acusou hoje "agências de viagens online não autorizadas" de bloquear reembolsos de clientes, por utilizarem "emails falsos e cartões de crédito virtuais" impedindo que as reservas "possam ser rastreadas até ao consumidor individual".

CEO da TAP cessa funções de imediato

02-07-2020 (23h57)

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, vai ser substituído "de imediato", anunciou o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, revelando que o Governo vai recorrer a uma empresa para recrutar uma nova equipa de gestão para a companhia.

Opinião e Análise