Emirates adia retoma dos voos para o Porto para o Verão IATA de 2021

10-08-2020 (13h03)

A Emirates, maior companhia do mundo em tráfego internacional medido em RPK (passageiros x quilómetros voados), adiou o recomeço dos voos Dubai – Porto para o início do Verão IATA 2021, em finais de Março do próximo ano.

A Emirates prevê agora iniciar os voos Dubai – Porto a 28 de Março de 2021, quando inicialmente programara retomá-los a partir do próximo dia 1 Outubro, com quatro voos por semana, às terças, quintas, Sábados e Domingos.

A companhia prevê que o voo EK197 Dubai – Porto parta à 9h15 (hora local) e chegue à Invicta às 14h30. O voo Porto – Dubai (EK198) tem partida prevista para as 18h15 e chegada ao destino às 4h55 do dia seguinte (hora local).

A companhia, no entanto, continua a ter disponível a ligação Porto – Dubai, a partir do mês de Setembro, só que com voos TAP entre o Porto e Lisboa, de onde então terá disponível voo próprio de/para o Dubai.

Quanto aos voos de/para Lisboa, cujo recomeço chegou a estar previsto para 1 de Julho, segundo a imprensa portuguesa, que cita um comunicado da companhia, têm o recomeço programado para o próximo Domingo, 16 de Agosto.

De acordo com essas notícias, a Emirates, que antes da pandemia tinha dois voos diários Dubai – Lisboa, recomeça a rota com três voos por semana, às quartas, sextas e Domingos, em Boeing B777-300ER.

O calendário para estes voos (EK192) prevê saída de Lisboa às 14h15 e aterragem no Dubai sete horas e 35 minutos depois, às 00h50 do dia seguinte (hora local).

Para o voo Dubai – Lisboa (EK191) a companhia prevê uma duração de oito horas e dez minutos, com partida às 7h25 (hora local) e chegada às 12h35.

Com as conexões indicadas no website da Emirates, a chegada ao Dubai é apenas dois dias depois da partida do Porto, às 00h50, a viagem demora 28 horas e 15 minutos, na opção com voo TAP do Porto às 17h35, e 30 horas e 450 minutos com voos TAP a partir do Porto às 15h10.

Para o regresso o website da Emirates indica um total de 12horas e 25 minutos para chegar ao Porto, com saída do Dubai às 7h25 (hora local) em voo Emirates para Lisboa, três horas e 20 minutos de escala no Aeroporto Humberto Delgado e saída em voo TAP para o Porto às 15h55 e chegada prevista para as 16h50.

De acordo com a imprensa internacional, que destaca a retoma dos voos da Emirates para o Kuwait desde o dia 5, com a retoma da rota de Lisboa a companhia do Dubai passa a voar este mês para 70 destinos e inclui mais de 50% da sua rede de destinos pré-pandemia.

 

Clique para mais notícias: Emirates

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Venda de passagens da TAP resistiu melhor nas rotas de África, América do Norte e Brasil

29-09-2020 (17h04)

A TAP teve no primeiro semestre, que inclui os três meses de impacto mais drástico da pandemia de covid-19 nas viagens e turismo, uma quebra das vendas de voos em 57,2% ou 729,67 milhões de euros, com as rotas de África, da América do Norte e do Brasil a serem as que melhor resistiram, ainda assim com quebras acima de 40%.

TAP mostra que reduziu mais a capacidade que os seus ‘pares’

29-09-2020 (16h35)

A TAP indicou hoje que no primeiro semestre, em reacção ao impacto da pandemia nas viagens e turismo, reduziu a sua capacidade medida em ASK (lugares x quilómetros voados) em 82%, o que significa um ‘corte’ 14 pontos mais forte que a média dos voos de/para países europeus, em que a redução foi de 68%.

Custos operacionais da TAP caíram menos que receitas no primeiro semestre

29-09-2020 (16h33)

A TAP apresentou um prejuízo fiscal de 724,1 milhões de euros, que representa um agravamento de 581,7 milhões em relação ao período homólogo de 2019, nomeadamente por uma quebra de receitas operacionais em 55,4% ou 802,8 milhões, enquanto os gastos operacionais baixaram 30% ou 460,2 milhões.

TAP reconhece 669,3 milhões de euros em bilhetes emitidos e não utilizados

29-09-2020 (16h08)

A TAP tinha a 30 de Junho 669,29 milhões de euros de “documentos pendentes de voos”, que explica ser o “montante da responsabilidade do Grupo referente a bilhetes emitidos e não utilizados”.

Hangar de manutenção em Beja começa a funcionar faseadamente em Outubro

29-09-2020 (13h04)

O hangar da empresa Mesa para manutenção de aviões no aeroporto de Beja vai começar a funcionar em Outubro, após um investimento de 30 milhões de euros, revelou à agência Lusa o presidente do grupo proprietário.

Opinião e Análise