Emirates afinal vai manter voos para 13 destinos

22-03-2020 (18h04)

Imagem: Emirates
Imagem: Emirates

A Emirates, maior companhia do mundo em tráfego internacional, rectificou a informação avançada pelo seu presidente, de que iria suspender todos os voos de passageiros devido à covid-19, indicando que vai continuar a voar para 13 destinos.

De acordo com a agência noticiosa Associated Press (AP), citada pela Lusa, a Emirates anunciou que entre os destinos para onde continuará a voar estão os Estados Unidos da América, o Reino Unido, o Japão, a Austrália e o Canadá.

A transportadora aérea sediada no Dubai justifica a decisão com pedidos que diz ter recebido de governos e clientes para ajudar no repatriamento de viajantes.

A nova informação diz que a Emirates continuará a voar de/para o Reino Unido, Suíça, Hong Kong, Tailândia, Malásia, Filipinas, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Austrália, África do Sul, Estados Unidos e Canadá.

A companhia avisa que, porém, a situação “continua dinâmica” pelo que os passageiros devem verificar o estado dos seus voos no website emirtes.com.

Algumas horas antes o xeque Ahmed bin Saeed Al Maktoum tinha afirmado que a Emirates iria suspender todos os voos por que na situação actual não podia operar, “de forma viável, voos com passageiros até que os países voltem a abrir as suas fronteiras e a confiança nas viagens regresse” (para ler mais clique: Emirates cessa todos os voos a partir de quarta-feira, dia 25).

Esta é uma crise sem precedentes em termos de amplitude e escala: geograficamente, bem como dos pontos de vista da saúde, social e económico, salientou Ahmed bin Saeed Al Maktoum que comentou que “o mundo entrou, literalmente, em quarentena devido à pandemia de covid-19.

A nova informação da Emirates indica que também continuará a transportar bens essenciais, incluindo medicamentos, para todo o mundo, com recurso à sua frota de aviões Boeing B777.

Hoje, foi também anunciado que a companhia aérea irá reduzir salários à maioria dos seus funcionários nos próximos três meses, com cortes entre 25% e 50%, mas não irá proceder a despedimentos.

 

Clique para mais notícias: Emirates

Clique para mais notícias: Coronavírus

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lufthansa prevê retomar este mês voos de Frankfurt e Munique para Lisboa, Faro e Porto

05-06-2020 (16h59)

A companhia de aviação alemã Lufthansa programou voar já a partir de meados este mês de Junho de Frankfurt e Munique para Lisboa, Faro e Porto.

Swiss planeia voar de Genebra e Zurique para Portugal a partir deste mês

05-06-2020 (16h54)

A Swiss, companhia aérea do Grupo Lufthansa, planeia retomar os voos para vários destinos europeus a partir de Junho, incluindo Lisboa, Faro e Porto.

Brussels programa voos para Lisboa, Faro e Porto em Junho

05-06-2020 (16h32)

A Brussels Airlines programou retomar os voos para vários destinos europeus a partir de Junho, incluindo Lisboa, Faro e Porto.

Emirates anuncia extensão da rede para 29 cidades a partir de 15 de Junho

05-06-2020 (16h13)

A Emirates, maior companhia de aviação do mundo em transporte internacional de passageiros, anunciou que a partir de dia 15 vai ter voos para mais 16 cidades, entre as quais Manchester, Zurique, Viena, Amsterdão, Copenhaga e Dublin, na Europa.

Grupo Lufthansa planeia retomar 70% das rotas de longo curso até Setembro

05-06-2020 (16h08)

O Grupo Lufthansa planeia retomar até Setembro 70% das rotas de longo curso e 90% das rotas de curto e médio cursos que inicialmente tinha programado, entre as quais destaca Faro e Funchal.

Opinião e Análise