Emirates prevê despedimento de 15% dos seus funcionários

13-07-2020 (16h52)

Imagem: Emirates
Imagem: Emirates

A Emirates, que já cortou 10% dos seus postos de trabalho, cerca de 6.000 funcionários, planeia despedir até 9.000 trabalhadores, que representam 15% do número de empregados antes da pandemia, afirmou o presidente da companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos (EAU).

Tim Clark, presidente, anunciou que já cortou um décimo do pessoal da companhia aérea e afirmou à BBC que "provavelmente teremos que cortar mais alguns [empregos], provavelmente até uns 15%".

Antes do início da pandemia da covid-19, a companhia aérea contava com 60.000 funcionários e, em 31 de Maio, anunciou despedimentos, apesar de não especificar quantos seriam.

A Emirates era a única operadora a manter a sua equipa completa, enquanto as outras operadoras do Golfo Pérsico anunciavam planos de ajustamento.

A Etihad, com sede em Abu Dhabi, e a Qatar Airways, com sede em Doha, começaram a despedir depois de os países mais afectados pela pandemia fecharem o seu espaço aéreo, à medida que o novo coronavírus se propagava.

Segundo Tim Clark, a Emirates, propriedade de um fundo soberano do Dubai, "não estava tão mal como as outras” companhias aéreas e "estava a caminho de conseguir fazer um dos seus melhores anos" antes da pandemia.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Médio Oriente

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aer Lingus programa ter quatro voos por semana Dublin – Faro este Outubro

30-09-2020 (17h53)

A companhia de aviação irlandesa Aer Lingus, do IAG, tem programado fazer quatro voos por semana entre Dublin e Faro de 1 a 24 de Outubro, que são as últimas semanas do chamado Verão IATA.

TAP liga 25% mais cidades mesmo tendo só 30% da capacidade, diz o seu Chief Revenue & Network

30-09-2020 (17h46)

O Chief Revenue & Network da TAP, Arik De, comentou nas redes sociais que a companhia, embora tenha a sua capacidade reduzida a 30% do que tinha há um ano, liga 25% mais de cidades do que antes da pandemia, com uma redução de 92% no tempo médio de ligação.

South African Airways suspende todas as operações por dificuldades financeiras

30-09-2020 (14h40)

A companhia de aviação sul-africana South African Airways suspendeu todas as suas operações depois de ter falhado o plano de salvamento que envolvia um financiamento de 10 mil milhões de rands (507 milhões de euros).

José Caetano Pestana deixa euroAtlantic após duas décadas

30-09-2020 (14h32)

José Caetano Pestana deixou a euroAtlantic airways para passar à reforma, depois de 20 anos como director de Relações Públicas da companhia aérea.

EUA anunciam acordos para conceder empréstimos a sete grandes companhias aéreas

30-09-2020 (11h00)

O Tesouro norte-americano anunciou terça-feira que chegou a acordos para conceder empréstimos a sete grandes companhias aéreas, incluindo a American Airlines e a United Airlines, para salvaguardar postos de trabalho em risco, devido à crise da covid-19.

Opinião e Análise