Grupo Lufthansa vai acrescentar voos para 34 destinos intercontinentais em Junho

29-05-2020 (12h50)

O grupo Lufthansa, que integra, além da companhia alemã que lhe deu origem, também a Swiss, a Austrian, a Eurowings, a Brussels, a Edelweiss e a Air Dolomiti, anunciou que vai repor voos para 34 destinos intercontinentais.

À partida do seu hub de Frankfurt a Lufthansa German Airlines vai voar para o Cairo, Pequim, Xangai e São José da Costa Rica, enquanto do seu segundo hub em Munique vai repor voos para São Francisco, Deli, Montreal e Seoul.

Além da reposição destas rotas e de mais ligações domésticas e intra-europeias, o grupo anunciou a retoma de voos pela Austrian a 15 de Junho, ao fim de quase 90 dias de imobilização, com ligações a 37 destinos.

Para a Swiss, sua segunda maior companhia, o grupo indicou que vai retomar voos de Zurique para Brindisi, Florença, Nápoles, Palermo e Roma, enquanto de Genebra retomará as ligações para Faro e Nice, além de manter dez rotas intercontinentais.

Para a Eurowings, que chegou a ser anunciado que iria ser descontinuada, o grupo anunciou agora que a partir de Junho introduzirá 40 "novos destinos europeus" e duplicará a frota para até 20 Airbus.

O grupo especificou que o foco desta expansão não será mais o longo curso, como era quando lançou a marca, mas sim ligações com "os mais populares destinos de Sol" como as ilhas de Maiorca, Sylt e Heringsdorf, bem como outros destinos na Grécia e na Croácia.

A Edelweiss, que tem actuado em complementaridade com a Swiss, o grupo diz que irá expandir a sua actividade "continuamente" nas próximas semanas, tendo previsto ter no fim de Junho 171 voos semanais para 36 destinos de férias e prevê realizar os seus primeiros voos regulares de longo curso, sem especificar datas e destinos.

A Air Dolomiti, por sua vez, terá os seus primeiros voos de Florença para Catânia e Palermo, a 5 de Junho, a que acrescentará Bari e Cagliari, a partir de dia 19.

 

Clique para mais notícias: Lufthansa

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP marca passo apesar de “interesse público”

10-07-2020 (15h34)

Uma semana depois de o Governo anunciar mudanças de fundo da TAP, entre elas a do CEO da companhia, inerentes ao reforço da sua posição para mais de 70% do capital, ainda nada mudou e é Antonoaldo Neves que continua a comandar a transportadora aérea.

SATA faz balanço "muito positivo" da retoma gradual das operações

10-07-2020 (15h25)

A SATA anunciou que a taxa de ocupação média dos seus voos “rondou os 40%” em Junho, fazendo assim um balanço "muito positivo" da retoma gradual das operações, que estiveram suspensas devido à pandemia da covid-19.

LATAM Brasil entra com processo de reestruturação da dívida nos EUA

10-07-2020 (15h10)

A LATAM Brasil entrou com um pedido de reestruturação da dívida nos EUA para conter os impactos da pandemia da covid-19, anunciou a empresa, acrescentando que continuará a “operar normalmente".

Ryanair pede dados a clientes que reservaram em OTAs não autorizadas para os reembolsar

10-07-2020 (14h07)

A Ryanair está a pedir aos clientes que reservaram os seus voos em agências de viagens online (OTAs) não autorizadas, e que estão tentar obter reembolsos, para enviarem os seus dados e receberem directamente da companhia um voucher, alteração do voo ou devolução do dinheiro.

United Airlines pode vir a despedir mais de um terço dos seus funcionários

09-07-2020 (11h48)

A companhia aérea norte-americana United Airlines, duramente atingida pela crise devido à pandemia de covid-19, advertiu hoje que pode dispensar até 36 mil dos seus 95.200 funcionários em Outubro.

Opinião e Análise