IAG adia mudanças na gestão de topo

16-03-2020 (11h23)

Willie Walsh (Foto: IAG)
Willie Walsh (Foto: IAG)

O IAG, segundo maior grupo europeu de aviação, anunciou hoje o adiamento das alterações da sua gestão de topo, nomeadamente a substituição de Willie Walsh como CEO por Luis Gallego, justificando com a pandemia de covid-19 e designadamente a sua evolução em Espanha.

“À luz das circunstâncias excepcionais que a aviação mundial enfrenta devido ao Covid-19” é a razão apresentada pelo grupo, que diz que, assim, nos próximos meses Walsh mantém-se em CEO do grupo e Luis Gallego mantém-se em CEO da Iberia e Javier Sanchez mantém-se em CEO da Vueling.

O chairman do IAG, Antonio Vásquez, em declaração citada na informação do grupo, diz que foi decidido que em termos de resposta à situação provocada pelo Covid-19 foi considerado que a estabilidade da gestão deve ser “uma prioridade no curto prazo”.

O IAG anunciou hoje um corte drástico da sua operação nos meses de Abril e Maio que Willie Walsh justificou com “um substancial declínio das reservas” nas últimas semanas e que perspectiva que a procura “permanecerá fraca até bem pelo Verão”.

A declaração de Walsh assinala ainda que o grupo tem “flexibilidade” para proceder a mais reduções de capacidade se necessário” e anuncia que estão a ser tomadas medidas de redução de custos e para melhorar o fluxo de caixa”.

 

Para ler mais clique:

British Airways, Iberia, Vueling e Aer Lingus vão reduzir capacidade “pelo menos 75%” em Abril e Maio

 

Clique para mais notícias: IAG

Clique para mais notícias: Coronavírus

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Brasileira Azul lança empresa de aviação regional

12-08-2020 (20h37)

A companhia aérea brasileira Azul lançou na terça-feira uma nova subsidiária para o mercado de voos regionais, denominada Azul Conecta, que pretende chegar a 200 cidades nos próximos anos.

Portugal mantém-se no final de Julho a 8ª maior origem/destino de passageiros dos aeroportos espanhóis

12-08-2020 (17h03)

Os aeroportos espanhóis contabilizaram 1,077 milhões de passageiros em voos de/para Portugal nos primeiros sete meses deste ano, o que mantém o país como 8ª maior origem/destino de passageiros, ainda que a pandemia tenha causado uma quebra em 66% ou 2,087 milhões.

Pandemia já tirou mais de 105 milhões de passageiros aos aeroportos espanhóis

12-08-2020 (15h35)

Os aeroportos espanhóis tiveram em Julho quase sete milhões de passageiros, mas ainda assim ficaram 76,3% ou 22,4 milhões abaixo do mês homólogo de 2019, elevando a quebra desde o início do ano para 106,8 milhões (-67,9%), de acordo com os dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis recolhidos pelo PressTUR.

Palma de Maiorca subiu a primeiro aeroporto espanhol em Julho, à frente de Madrid e Barcelona

12-08-2020 (12h25)

Embora com uma queda de passageiros em 73,8%, ‘normal' em tempos de pandemia, o Aeroporto ‘turístico' de Palma de Maiorca acabou por ser o aeroporto espanhol com mais passageiros em Julho, evidenciando a resiliência do destino turístico Baleares.

Orbest anuncia já ter um novo avião Airbus A330-900neo

11-08-2020 (14h35)

A Orbest, companhia de aviação portuguesa do grupo turístico espanhol Ávoris, anunciou que já conta com um novo avião Airbus A330-900neo para voos de longo curso, nomeadamente para as Caraíbas para onde começou por fazer charters que actualmente classifica como voos regulares.

Opinião e Análise