IAG só cresce em Setembro em voos da América Latina e domésticos

07-10-2019 (15h29)

Foto: Iberia
Foto: Iberia

O IAG, grupo de aviação que junta British Airways, Iberia, Vueling, Aer Lingus e Level, viu o seu crescimento em Setembro, mês em que a britânica cancelou 2.325 voos devido a greve de pilotos, cingir-se aos seus voos da América Latina e domésticos no Reino Unido, Espanha e Itália.

A informação publicada hoje pelo grupo indica que o seu tráfego medido em RPK (do inglês para passageiros x quilómetros voados) cresceu 0,8% em Setembro sustentado por crescimentos apenas nos sectores América Latina, em que teve um aumento em 14,9%, e voos domésticos, também a dois dígitos, em 11%.

De resto registou quebras, de 2,6% em voos internacionais intra-europeus, 2,3% nas linhas da América do Norte, 6,1% nas ligações com África, Médio Oriente e Ásia do Sul e 2,9% nas rotas da Ásia e Pacífico.

Em número de passageiros embarcados, com o impacto da greve de pilotos da British Airways, o crescimento em Setembro ficou em apenas 0,6% ou 64 mil, somando 10,639 milhões, 2,6 milhões em voos domésticos no Reino Unido, Espanha e Itália, mais 150 mil (+6,1%) que no mês homólogo de 2018, e 514 mil nas ligações com a América Latina, com um aumento de 63 mil (+14%).

Nos restantes sectores teve quebras, com menos 114 mil em voos internacionais intra-europeus (-1,9%, para 5,755 milhões), menos 15 mil nas linhas da América do Norte (-1,4%, para 1,089 milhões), menos 14 mil nas linhas de África, Médio Oriente e Ásia do Sul (-2,9%, para 470 mil), e menos seis mil nas rotas da Ásia e Pacífico (-3%, para 196 mil).

Os dados por companhias que fazem parte do grupo indicam que a queda se cingiu à British Airways, que teve uma quebra de 338 mil passageiros (-8,1%, para 3,854 milhões).

O maior aumento deu-se na Vueling, que opera essencialmente voos de curto e médio cursos, que são os que mais passageiros transportam, com um aumento de 245 mil (+7,5%, para 3,5 milhões), seguindo-se a Iberia, com mais 134 mil (+7,1%, para 2,013 milhões), Level, com mais 15 mil (+9,2%, para 178 mil), e Aer Lingus, com mais oito mil (+0,7%, para 1,094 milhões).

Em RPK, em que normalmente as companhias com maiores resultados são as que operam voos intercontinentais, que são mais longos, a líder em crescimento foi a Iberia, com um aumento em 10,4% ou 542 milhões de RPK, que só por si, porém, não chegou para compensar a queda na British Airways, que atingiu um total de 839 milhões de RPK (-6,4%).

O crescimento do grupo em Setembro foi, pois, porque ao crescimento da Iberia somaram-se os crescimentos da Level, com mais 221 milhões de RPK (+40,8%), Vueling, com mais 189 milhões de RPK (+5,9%), e Aer Lingus, com mais 82 milhões de RPK (+3,5%).

 

Clique para mais notícias: IAG

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair vai voar Lisboa – Colónia no próximo Verão

29-10-2020 (11h59)

A Ryanair anunciou ao mercado que vai voar entre Lisboa e Colónia duas vezes por semana a partir de 28 de Março de 2021.

Quebra em Agosto menor que em Londres dá liderança dos aeroportos europeus a Paris CDG

28-10-2020 (16h32)

O Aeroporto de Paris Charles de Gaulle no final de Agosto era o aeroporto europeu com mais passageiros este ano, de acordo com dados do ACI Europe, que lhe atribui um total de 17,92 milhões de passageiros, mais 202,6 mil que Londres Heathrow, tradicionalmente o nº 1 europeu, mas que em Agosto teve menos 721,9 mil passageiros que o principal aeroporto da capital francesa.

Moscovo teve em Agosto os dois aeroportos europeus com mais passageiros

28-10-2020 (15h51)

Os dois aeroportos da capital russa, Moscow Domodedovo e Sheremetyevo, foram os aeroportos europeus com mais passageiros no mês de Agosto, destronando os ‘gigantes’ Londres Heathrow, Paris Charles de Gaulle, Frankfurt, Amesterdão Schiphol e Istambul, de acordo com os dados publicados pelo Airports Council Internacional (ACI) Europe.

200 aeroportos europeus estão em risco de falência pelo impacto da pandemia de covid-19

28-10-2020 (13h09)

O ACI Europe, que calculou recentemente que os aeroportos europeus perderam 1,273 milhões de passageiros até 27 de Setembro, avisou que a crise colocou em risco de insolvência nos próximos meses 193 aeroportos do continente.

Evelop programa voos para Havana, Punta Cana e Cancun este Inverno

28-10-2020 (11h32)

A Evelop, companhia aérea do grupo Ávoris, do qual faz parte o operador turístico Jolidey, vai retomar as suas operações de Espanha para as Caraíbas este Inverno, a começar por Havana já no dia 15 de Novembro.

Opinião e Análise