Iberia espera atingir em Julho 60% da capacidade de há um ano

21-05-2021 (16h29)

Foto: Iberia
Foto: Iberia

A companhia espanhola Iberia, do IAG, anunciou na Fitur que tem planeado atingir em Julho 60% da capacidade que teve no mercado em 2019, pré-pandemia de covid-19.

A informação foi avançada pela sua directora Comercial Maria Jesus Lopez Solas, que especificou que este mês a capacidade da Iberia está em 40% da que tinha em 2019, para Junho prevê atingir 50% e em Julho chegar a 60%.

A imprensa internacional realça que o CEO da Iberia, Javier Sanchez-Prieto, argumentou que Espanha precisa de se abrir ao mundo, especialmente à América Latina, e superar os meses de restrições às viagens no âmbito do combate à covid-19.

Nesse sentido, acrescentou, nas próximas semanas haverá uma decisão sobre o recomeço das rotas da América Latina, até por que, a sua perspectiva é que há uma enorme procura que tem estado reprimida.

Maria Jesus Lopez Solas salientou até que a Iberia tem registado um grande afluxo de reservas assim que coloca os voos no mercado e especificou que a companhia tem planeado voar em Junho para 18 capitais latino-americanas.

A executiva destacou ainda que a companhia, além da América Latina, também quer retomar as ligações com a Ásia, que actualmente representam apenas 5% das sua capacidade, mas que Lopez Solas considera poder atingir os níveis de outros hubs europeus, na ordem dos 20% a 25%.

Sanchez-Prieto por sua vez escusou comentar o que poderá acontecer com a integração no IAG da Air Europa, comprada ao grupo de Juan José Hidalgo, nomeadamente se irá levar a despedimentos.

“Veremos”, disse, acrescentando de seguida que a ideia é que ninguém fique excedentário e que de momento as suas companhias são concorrentes a crescerem em paralelo.

Ver também:

Iberia vai ter mais voos para a República Dominicana este Verão do que antes da pandemia

 

Clique para mais notícias: Iberia

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroportos enfrentam novas perdas e dívidas elevadas

26-10-2021 (15h32)

Os aeroportos europeus viram a sua dívida aumentar 200% em relação aos níveis anteriores à pandemia e muitos vão registar de novo perdas importantes este ano, advertiu hoje a associação do sector.

Thomas Ahlers é o novo director de Vendas do Grupo Lufthansa em Portugal

26-10-2021 (09h41)

O Grupo Lufthansa anunciou a nomeação de Thomas Ahlers para o cargo de general manager sales para Portugal, que estará baseado em Lisboa a partir de 1 de Novembro, sucedendo a Patrick Borg Hedley.

TICV retoma voos domésticos em Cabo Verde com mais de 400 passageiros num dia

25-10-2021 (13h50)

A Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV), detida pelo grupo angolano BestFly, retomou as ligações aéreas domésticas no arquipélago, com mais de 400 passageiros transportados e uma taxa de ocupação de 66% no primeiro dia, divulgou a companhia.

Aeroporto de Lisboa atenuou em Setembro a quebra de passageiros pela pandemia para menos de 45%

22-10-2021 (16h36)

O Aeroporto de Lisboa somou nos primeiros nove meses deste ano 7,77 milhões de passageiros de voos comerciais, registando assim uma quebra média de 70,2% face ao período homólogo de 2019, pré-pandemia, mas no mês de Setembro essa quebra atenuou-se para 44,8%.

Comunidade luso-venezuelana pede a Caracas que autorize a TAP a fazer voos directos para Portugal

22-10-2021 (13h55)

A comunidade luso-venezuelana espera que o Governo venezuelano autorize proximamente a TAP a realizar voos directos entre Caracas e Lisboa, a exemplo do que já aconteceu com outras empresas aéreas e outros destinos, mas está apreensiva devido à proximidade do Natal.

Opinião e Análise