Iberia oferece acções do IAG para comprar Air Europa

17-11-2020 (18h36)

Foto: Air Europa
Foto: Air Europa

A Iberia, que há um ano anunciava que iria comprar a Air Europa por mil milhões de euros, alcançou um novo acordo por menos de metade desse montante, grande parte do qual para ser pago com acções do IAG.

O jornal espanhol “El Confidencial” avança hoje que a Iberia, que é detida pelo IAG, assim como a British Airways, a Vueling, a Aer Lingus e a Level, vai pagar pela Air Europa entre 350 e 400 milhões de euros, principalmente com acções do IAG.

Com o negócio, a família Hidalgo, dona da Air Europa, passará a estar entre os accionistas de referência do IAG, actualmente controlado pela Qatar Airways, que tem 25% do seu capital.

As fontes citadas pelo “El Confidencial” dizem que a família Hidalgo prefere o negócio com o IAG a ser fiscalizada pelo Governo de Espanha, que a 28 de Outubro viabilizou um empréstimo de 475 milhões de euros para resgatar a Air Europa.

As fontes dizem que o resgate da transportadora do grupo Globalia impede a sua quebra, mas inclui condições que levariam a família Hidalgo a perder a sua propriedade ao primeiro incumprimento, e acrescentam que, apesar do montante recebido, a Air Europa poderá precisar de um segundo resgate no primeiro trimestre do próximo ano, se a procura não retomar antes da Primavera.

Para se concretizar o negócio entre a Iberia e a Air Europa, o governo espanhol terá que flexibilizar algumas cláusulas do resgate, já que, entre outras medidas, o resgate exige a devolução do dinheiro emprestado em caso de compra da companhia aérea por um terceiro. Assim, o IAG teria que devolver os 475 milhões de euros concedidos pela SEPI (Sociedad Estatal de Participaciones Industriales), holding das participações estatais de Espanha.

Ver também:

Espanha aprova resgate da Air Europa com empréstimo de 475 milhões de euros

 

Clique para ver mais: Air Europa

Clique para ver mais: Iberia

Clique para ver mais: IAG

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

ECTAA quer acção das instituições europeias para travar atrasos nos reembolsos de viagens

23-02-2021 (18h24)

A ECTAA, organização que junta as associações de agências de viagens e operadores turísticos da Europa, quer que as instituições europeias actuem no sentido de obrigar as companhias de aviação a reembolsarem pelos voos não realizados pelos impactos da pandemia de covid-19.

Presidente reeleito da RENA reclama “o fim das quarentenas” pela covid-19

23-02-2021 (15h34)

O reeleito presidente da RENA, Associação das Companhias de Aéreas em Portugal, Paulo Geisler, reclama “a nível global uma redução harmonizada das restrições impostas” para combater a progressão da pandemia de covid-19 e, designadamente, “o fim das quarentenas”.

TAP confirma Nuno Sousa como responsável de Vendas no mercado português

23-02-2021 (14h13)

A TAP confirmou hoje a notícia avançada pelo PressTUR na sexta-feira de que Nuno Sousa substitui Dionísio Barum na liderança das Vendas da companhia aérea no mercado português.

World2Fly adia começo das operações para o início do Verão

23-02-2021 (11h08)

A World2Fly, nova companhia aérea da World2Meet, do Grupo Iberostar, que tinha previsto começar a voar para de Lisboa e Madrid para as Caraíbas na Primavera, adiou o começo das suas operações para o início do Verão.

Vendas de voos pelas agências de viagens portuguesas caíram 67,8 milhões em Janeiro

22-02-2021 (18h14)

As vendas de voos regulares pelas agências de viagens IATA portuguesas ficaram em Janeiro em 10,02 milhões de euros, 67,8 milhões abaixo do mês homólogo de 2020, pré-pandemia e que foi o melhor primeiro mês de um ano de sempre, com 75,9 milhões de euros.

Opinião e Análise