KLM avisa que o seu calendário de Inverno será “muito mais restricto” devido à covid-19

25-09-2020 (14h10)

A companhia de aviação holandesa KLM informou que devido às restrições para travar a disseminação da covid-19, terá um programa de voos no próximo Inverno “muito mais restricto” que há um ano e especificou que em Novembro, primeiro mês do chamado Inverno IATA 20/21, terá apenas cerca de 55% da capacidade do mês homólogo de 2019.

A companhia, do mesmo grupo que a Air France e Transvia, especificou que o seu plano de voos prevê 55% da capacidade em ASK (lugares x quilómetros voados) em operações intra-europeias e 60% nas intercontinentais.

De acordo com dados do OAG citados pela imprensa internacional, este Novembro a KLM tem previsto voar de Amesterdão para Lisboa, 12 vezes por semana, e para o Porto, sete vezes por semana.

A KLM frisa que estava a expandir a sua actividade, tanto em voos intra-europeus como em intercontinentais, referindo que em Agosto voou para quase 100% da sua rede de destinos europeus, tendo disponibilizado 60% da capacidade, mas que a crise do coronavírus desencadeou “restrições severas” em destinos e frequência de voos.

A companhia refere aliás, que embora tenha voado para 80% dos seus destinos intercontinentais, disponibilizando 60% da capacidade, mas que presentemente um terço desses voos são apenas de transporte de carga, significando que em número de lugares a oferta decresceu drasticamente.

A KLM anuncia então que assim que possível voltará dedicar esses voos ao transporte de passageiros e avança que tem programado retomar dois voos por semana para a capital sul-coreana, Seoul, e outros tantos para a capital egípcia, Cairo, às quintas e Sábados, e iniciar voos para a capital saudita, Riyadh, com escala em Dammam, cujo começo adiou de 26 de Setembro para 7 de Dezembro, além de começar a voar para Edmonton, Canadá, num voo triangular com Calgary.

Em relação à rede intra-europeia, a KLM destaca que foi adoptado o nível de alerta laranja, que significa que só se deve viajar se for essencial,

para o Reino Unido, Espanha, partes de França “e outros países”, levando-as a “pôr em espera” a expansão da rede avançada em Setembro.

A companhia anunciou ainda assim que a partir de 25 de Outubro passará a voar diariamente para Poznan, Polónia.

 

Clique para mais notícias: KLM

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Quebra em Agosto menor que em Londres dá liderança dos aeroportos europeus a Paris CDG

28-10-2020 (16h32)

O Aeroporto de Paris Charles de Gaulle no final de Agosto era o aeroporto europeu com mais passageiros este ano, de acordo com dados do ACI Europe, que lhe atribui um total de 17,92 milhões de passageiros, mais 202,6 mil que Londres Heathrow, tradicionalmente o nº 1 europeu, mas que em Agosto teve menos 721,9 mil passageiros que o principal aeroporto da capital francesa.

Moscovo teve em Agosto os dois aeroportos europeus com mais passageiros

28-10-2020 (15h51)

Os dois aeroportos da capital russa, Moscow Domodedovo e Sheremetyevo, foram os aeroportos europeus com mais passageiros no mês de Agosto, destronando os ‘gigantes’ Londres Heathrow, Paris Charles de Gaulle, Frankfurt, Amesterdão Schiphol e Istambul, de acordo com os dados publicados pelo Airports Council Internacional (ACI) Europe.

200 aeroportos europeus estão em risco de falência pelo impacto da pandemia de covid-19

28-10-2020 (13h09)

O ACI Europe, que calculou recentemente que os aeroportos europeus perderam 1,273 milhões de passageiros até 27 de Setembro, avisou que a crise colocou em risco de insolvência nos próximos meses 193 aeroportos do continente.

Evelop programa voos para Havana, Punta Cana e Cancun este Inverno

28-10-2020 (11h32)

A Evelop, companhia aérea do grupo Ávoris, do qual faz parte o operador turístico Jolidey, vai retomar as suas operações de Espanha para as Caraíbas este Inverno, a começar por Havana já no dia 15 de Novembro.

British Airways vende pacotes turísticos para a Madeira

27-10-2020 (17h14)

A British Airways lançou uma campanha de promoções para viagens e férias em vários destinos, incluindo a Madeira, com pacotes de sete noites a partir de 349 libras (383 euros) por pessoa.

Opinião e Análise