Lisboa e Porto atingem Tops de crescimento dos aeroportos europeus no mês mais forte da aviação

11-10-2019 (15h27)

Os aeroportos de Lisboa e do Porto tiveram, respectivamente, o 4º e o 3º crescimento mais forte de passageiros dos aeroportos europeus da sua dimensão em Agosto, mês de ‘pico’ da época alta da aviação e do turismo no Hemisfério Norte.

De acordo com o ACI – Airports Council International, que elabora os Tops por grupos consoante o tráfego anual, o Aeroporto Humberto Delgado, de Lisboa, com um aumento de passageiros em 8% em Agosto, apresentou o quarto crescimento mais forte do mês entre os aeroportos do Grupo 1, que são os maiores do continente, com mais de 25 milhões de passageiros por ano.

Antalya, na Turquia, foi o líder, com um aumento de passageiros em 15,3%, à frente de Viena com +13,2%, Moscovo Sheremetyevo com +10,6%, Lisboa com +8% e Madrid com +7,5%.

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro, do Porto, teve o 3º aumento de passageiros mais forte do grupo de aeroportos que anualmente têm entre dez milhões e 25 milhões de passageiros, com +10,8% que há um ano, depois de Milão Malpensa, que beneficiou do encerramento de Linate para obras na pista, com +33,4%, e Kiev, com +24,2%, e à frente de Estugarda, com +8,4%, Alicante, com +8,3%.

O Aeroporto de Lisboa, maior aeroporto português, foi o 20º maior da Europa no mês de Agosto, com 3,128 milhões de passageiros, e o Porto, com 1,349 milhões, foi o 51º.

Faro foi 56º, com 1,192 milhões de passageiros, o Funchal foi 130º, com 318,3 mil, e Ponta Delgado foi 143º, com 260 mil.

Assim, Lisboa subiu um lugar no ranking dos maiores aeroportos europeus, já que tinha sido 21º em Agosto de 2018 e de 2017, e o Porto subiu sucessivamente de 57º em Agosto de 2017 e 55º em Agosto do ano passado.

Já Faro, embora melhor que em Agosto de 2018, em que foi o 58º aeroporto europeu, ainda ficou aquém de Agosto de 2017, em que foi 52º.

Também o Funchal subiu uma posição em relação a Agosto de 2018, em que foi o 131º maior, mas ficou aquém de Agosto de 2017, em que foi 125º.

Já Ponta Delgada manteve a 143ª posição com em Agosto de 2018 e de 2017.

Para o mês de Agosto o ACI Europa publicou os dados de tráfego relativos a 239 aeroportos, que somaram em conjunto 227,4 mil passageiros, com um aumento em 3,4% ou 7,468 milhões em relação ao mês homólogo de 2018.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos europeus

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair vai recomeçar 110 rotas de/para Portugal entre 21 de Junho e inícios de Agosto

28-05-2020 (15h30)

A Ryanair, maior low cost a operar em Portugal, já definiu a retoma de 110 rotas de/para aeroportos portugueses a partir de 21 de Junho, 49 das quais no Aeroporto do Porto, 31 em Faro, 26 em Lisboa e quatro nos Açores.

Primeiro-ministro cauciona ‘golpe’ na TAP

28-05-2020 (15h28)

O primeiro-ministro António Costa elogiou a posição assumida ontem pelo Conselho de Administração da TAP, caucionando assim a invasão por este órgão da área da gestão operacional da companhia, que devia ser competência exclusiva da comissão executiva presidida por Antonoaldo Neves.

Iberia retoma voos para Portugal a partir de 1 de Julho

28-05-2020 (12h58)

A companhia de aviação espanhola Iberia vai retomar 21% dos seus voos de curto e médio curso do seu hub em Madrid a partir de 1 de Julho, incluindo as ligações com Lisboa, Porto e Faro.

Açores deixa de exigir quarentena a passageiros com teste negativo

28-05-2020 (10h24)

Os passageiros que desembarcam nos Açores vão ser dispensados de permanecer em isolamento profilático ou de realizar quarentena caso testem negativo à covid-19, ao contrário do que acontecia até agora, anunciou hoje o presidente do Governo Regional.

SATA vai continuar sem voar para Boston, Toronto, Frankfurt e Praia até 30 de Junho

28-05-2020 (10h14)

O grupo SATA, detentor das transportadoras Azores Airlines e SATA Air Açores, vai continuar sem voar para Boston (EUA), Toronto (Canadá), Frankfurt (Alemanha) e Praia (Cabo Verde) até 30 de Junho, devido à covid-19.

Opinião e Análise