Lisboa foi 7º pior aeroporto do mundo em pontualidade em Setembro

10-10-2019 (14h45)

Aeroporto de Lisboa
Aeroporto de Lisboa

O Aeroporto de Lisboa teve menos de metade dos voos de Setembro a saírem até 15 minutos da hora anunciada entre 9.658 ‘controlados’ pela OAG, que atribuiu ao Aeroporto Humberto Delgado o 1.193º pior índice de pontualidade entre 1.199 no mês.

A informação publicada pela OAG indica que nos piores do mês contou-se também o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, do Porto, que, porém, já teve mais de metade dos voos a partirem até 15 minutos da hora anunciada, com 55,2%, que foi o 24º pior do mês.

Pela positiva o destaque do mês foi o aeroporto da Terceira, o único que não é parte do grupo ANA/Vinci, com 75,2% dos voos a partirem até 15 minutos da hora anunciada.

Além da Terceira, também o Aeroporto do Funchal teve mais de 70% das partidas até 15 minutos da hora anunciada, com 71,7%.

Faro, Ponta Delgada e Horta tiveram mais de 60% das partidas até 15 minutos da hora anunciada, com 64,4% em Faro, 65,8% em Ponta Delgada e 67,5% na Horta.

O ranking de pontualidade da OAG para o mês de Setembro, com um total de 1.119 aeroportos, coloca o Aeroporto da Terceira com o 908º pior índice, o Funchal em 991º e os restantes aeroportos portugueses fora dos mil melhores, com a Horta em 1.078º, Ponta Delgada em 1.103º, Faro em 1.121º, Porto em 1.176º e Lisboa em 1.193º.

O melhor índice do mês foi de 99,3% no Marion Airport, Estados Unidos, mas que é um dos mais pequenos, com apenas 151 voos no mês.

Entre os grandes aeroportos, o melhor foi Moscovo Sheremetyevo, com 16,3 mil controlados pela OAG e que teve 94,6% das partidas até 15 minutos da hora anunciada.

Para o maior aeroporto em número de partidas em Setembro, Chicago O’Hare, nos EUA, com 38,2 mil voos, o índice de pontualidade foi de 77,8%.

Em número de voos, seguiu-se Atlanta Hartsfield-jackson (35 mil voos), com 88,8%, Dallas/Fort Worth (29 mil voos), com 82,9%, Denver (26,2 mil voos), com 82,9%, Los Angeles (25,6 mil voos), com 85,1%, Beijing Capital (24,3 mil voos), com 83,9%, Charlotte (22,3 mil voos), com 84,9%, Frankfurt International (21,9 mil voos), com 66,3%, Paris Charles de Gaulle (21 mil voos), com 71,5%, e Amesterdão (21 mil voos), com 59,5%.

 

Clique para mais notícias: OAG

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Brussels Airlines planeia retomar 30% dos seus voos na Europa e 40% dos de longo curso entre Junho e Agosto

25-05-2020 (15h50)

A Brussels Airlines vai voltar a operar para 59 destinos, que representam 30% dos voos programados para o Verão na Europa e 40% dos de longo curso, entre os meses de Junho e Agosto, e espera ter 50% da operação total no final do ano.

TAP já tem calendário de ‘desconfinamento’ com retoma ‘a sério’ a partir de 1 de Julho

25-05-2020 (15h48)

A operação da TAP só vai realmente ‘descolar' a partir de 1 de Julho, de acordo com o calendário divulgado pela companhia, que mostra ter previsto manter 11 voos por semana até ao fim deste mês, aumentar para 27 no mês de Junho e atingir um total de 247 a partir de 1 de Julho.

Incêndio na aerogare da Graciosa afectou apenas a zona de cargas

25-05-2020 (14h51)

O Governo dos Açores está a avaliar os danos na aerogare da ilha Graciosa após um incêndio registado no local no Domingo, que terá afectado apenas a zona de cargas.

Luxair programa voos para Lisboa, Porto e Faro nos dias 30 e 31

25-05-2020 (13h14)

A Luxair Luxembourg Airlines, companhia de aviação baseada no aeroporto de Luxemburgo-Findel, indicou que tem programado retomar as suas operações a 29 de Maio, com Lisboa, Porto e Faro, que é uma das suas novidades este ano, a terem voos nos dias 30 e 31.

Copa Airlines adia retoma dos voos por quatro semanas

25-05-2020 (12h16)

A companhia de aviação do Panamá Copa Airlines, parceira da TAP na Star Alliance, adiou por quatro semanas a retoma dos voos, que agora têm início marcado para 26 de Junho, com voos para 23 aeroportos internacionais, um deles o maior aeroporto brasileiro, São Paulo Guarulho, duas vezes por semana em B737-800, passando a voo diário a partir de 3 de Julho.

Opinião e Análise