Lufthansa prepara lançamento de nova marca para voos turísticos

16-07-2020 (15h23)

Foto: Nils Nedel / Unsplash
Foto: Nils Nedel / Unsplash

O Grupo Lufthansa criou uma nova divisão chamada Ocean para voos para destinos turísticos e para reduzir a complexidade da estrutura do grupo neste segmento, uma ideia que já foi defendida em relação à Eurowings, entretanto descontinuada.

“A ideia é desenvolver um novo produto no segmento do lazer de qualidade... baseado no modelo de negócio da Edelweiss (companhia suíça da Swissair)”, avançou a Lufthansa, de acordo com o portal especializado em aviação “Flight Global”.

A Edelweiss, subsidiária da Swiss, voa para destinos turísticos de curto e médio curso, incluindo por exemplo o Algarve.

O grupo Lufthansa diz que actualmente as suas operações de longo curso para destinos turísticos estão “fragmentadas” e sublinha que para operar estas rotas a partir de Frankfurt, Munique e Dusseldorf utiliza quatro certificados de operador aéreo (ou AOCs, do inglês para Air Operator Certificates).

Para a nova companhia aérea, a Lufthansa declarou estar a trabalhar para obter um certificado de operador aéreo. O grupo, segundo o “Flight Global”, afirma que o “novo AOC” resultará “numa redução significativa na complexidade para o desenvolvimento da rede de voos turísticos de longo curso”.

A companhia aérea recusou avançar com uma data de lançamento ou modelos de aeronaves a utilizar pela Ocean, mas refere uma apresentação de 2019 que mostra que pretende combinar as suas “actuais unidades operacionais fragmentadas [do mercado turístico] em um AOC até 2022”.

De acordo com essa apresentação, o grupo tinha estacionado quatro aviões de longo curso em Frankfurt, quatro em Dusseldorf e três em Munique para operar rotas turísticas na época, enquanto o objectivo da nova divisão é facilitar "alta flexibilidade e competitividade".

A Lufthansa diz que a Ocean vai focar-se em "rotas turísticas de curta e longa distância" dos seus hubs de Frankfurt e Munique e "complementará o portfólio da Lufthansa e da Eurowings".

O “Flight Global” avança que o grupo aéreo alemão, actualmente, voa para destinos turísticos de longo curso com sua subsidiária Eurowings e também com a sua marca principal, a Lufthansa.

As rotas de longo curso da Eurowings já foram operadas pela subsidiária alemã da SunExpress – a joint venture da Lufthansa com a Turkish Airlines – que tem um frota de aviões Airbus A330, mas que em Junho anunciou um plano para cessar as suas operações na Alemanha.

Os voos de longo curso da Eurowings também chegaram a ser operados pela Brussels Airlines, outra subsidiária do grupo Lufthansa, mas após uma revisão da estratégia em 2019, a Lufthansa assumiu o controlo comercial das rotas de longo curso da Eurowings e a companhia belga focou-se nos voos a partir da Bélgica.

Sob a marca Lufthansa, a companhia colocou vários aviões A340-300 com uma configuração de cabina mais densa a operar rotas de lazer, usando uma unidade chamada internamente de Jump que operava os aviões com o certificado de operador aéreo da companhia regional da Lufthansa, a CityLine.

Em 2017, a Lufthansa assinou um novo acordo colectivo com os pilotos da companhia aérea principal e prometeu abandonar a Jump para apaziguar os sindicatos. O site da CityLine, contudo, ainda apresenta actualmente os A340 como parte de sua frota, avança o “Flight Global”.

Em Abril, a Lufthansa anunciou que eliminaria três A340-300 da CityLine como parte de medidas mais amplas de redução de frota em resposta à crise do coronavírus.

 

Clique para ver mais: Lufthansa

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Orbest anuncia já ter um novo avião Airbus A330-900neo

11-08-2020 (14h35)

A Orbest, companhia de aviação portuguesa do grupo turístico espanhol Ávoris, anunciou que já conta com um novo avião Airbus A330-900neo para voos de longo curso, nomeadamente para as Caraíbas para onde começou por fazer charters que actualmente classifica como voos regulares.

Binter retoma hoje ligações entre Lisboa e as Canárias

11-08-2020 (13h19)

A companhia aérea Binter vai voltar a voar entre Lisboa e as Canárias a partir de hoje, 11 de Agosto, com duas ligações semanais para Gran Canária, e outras duas para Tenerife, a partir de quinta-feira, dia 13.

Acionistas da Azul aprovam acordo com Governo português sobre participação na TAP

11-08-2020 (10h37)

Os acionistas da companhia aérea brasileira Azul, liderada por David Neeleman, aprovaram na segunda-feira, em assembleia-geral (AG), o acordo com o Governo português que elimina o seu direito a converter obrigações em ações.

TAP e TAAG vão fazer sete entre Luanda e Lisboa este mês

10-08-2020 (16h36)

As transportadoras aéreas TAP e TAAG anunciaram sete novos voos na rota Luanda-Lisboa durante este mês de Agosto, depois de ter sido prorrogada, no Sábado, a situação de calamidade pública até 8 de Setembro.

Emirates adia retoma dos voos para o Porto para o Verão IATA de 2021

10-08-2020 (13h03)

A Emirates, maior companhia do mundo em tráfego internacional medido em RPK (passageiros x quilómetros voados), adiou o recomeço dos voos Dubai – Porto para o início do Verão IATA 2021, em finais de Março do próximo ano.

Opinião e Análise