Norwegian vai encerrar bases em Espanha, Itália e EUA

18-01-2019 (11h30)

Foto: Norwegian
Foto: Norwegian

A companhia de aviação Norwegian Air Shuttle anunciou que vai encerrar a partir de Abril várias bases em Espanha, Itália e Estados Unidos, para melhorar o seu desempenho financeiro.

Os voos afectados serão aqueles que a companhia opera com aviões Boeing B737-800 e B737 MAX 8, que são as rotas de curta e média distância, enquanto as ligações operadas em aeronaves B787 Dreamliner, que são as rotas de longo curso, não serão afectadas.

A companhia anunciou que vai encerrar as bases de Palma de Maiorca, Gran Canária e Tenerife, em Espanha, Roma Fiumicino, em Itália, e Nova Iorque Stewart e Providence, nos Estados Unidos.

A Norwegian salientou que vai continuar a voar para estes aeroportos, embora deixe de ter tripulantes e pilotos baseados nestes destinos, o que irá provocar o cancelamento de algumas rotas e a redução de frequências em algumas ligações.

“A empresa chegou a um ponto em que precisa de fazer os ajustes necessários na sua oferta de rotas, para melhorar a sustentabilidade e o desempenho financeiro neste ambiente muito competitivo”, disse a CCO da Norwegian, Helga Bollmann Leknes, citada na imprensa internacional.

“A decisão sobre a revisão das rotas foi agora comunicada a todos os sindicatos da Norwegian e já iniciamos o diálogo”, disse a CCO da companhia.

As notícias avançam que a Norwegian, conhecida por liderar a introdução de voos de longo curso low cost, pretende evitar despedimentos e vai oferecer à tripulação afectada a possibilidade de ser transferida para outras bases em Oslo, Estocolmo e Madrid, ou para a sua rede de voos de longo de curso.

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Norwegian

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroporto de Lisboa atenuou em Setembro a quebra de passageiros pela pandemia para menos de 45%

22-10-2021 (16h36)

O Aeroporto de Lisboa somou nos primeiros nove meses deste ano 7,77 milhões de passageiros de voos comerciais, registando assim uma quebra média de 70,2% face ao período homólogo de 2019, pré-pandemia, mas no mês de Setembro essa quebra atenuou-se para 44,8%.

Comunidade luso-venezuelana pede a Caracas que autorize a TAP a fazer voos directos para Portugal

22-10-2021 (13h55)

A comunidade luso-venezuelana espera que o Governo venezuelano autorize proximamente a TAP a realizar voos directos entre Caracas e Lisboa, a exemplo do que já aconteceu com outras empresas aéreas e outros destinos, mas está apreensiva devido à proximidade do Natal.

China cancela centenas de voos domésticos após diagnosticar dezenas de casos

21-10-2021 (16h34)

A China cancelou hoje centenas de voos, encerrou escolas e intensificou os testes em algumas áreas, após ter descoberto surtos de covid-19 ligados a um grupo de turistas.

Ana Francisca Major eleita nova presidente do conselho de administração da TAAG

21-10-2021 (09h07)

Os accionistas da companhia aérea angolana TAAG elegeram hoje um novo conselho de administração presidido por Ana Francisca da Silva Major, um presidente da comissão executiva, quatro administradores executivos e um não executivo, anunciou o Governo.

Venezuela restringe voos internacionais por tempo indeterminado

20-10-2021 (15h25)

As autoridades venezuelanas prolongaram, por tempo indeterminado, as restrições às operações aéreas internacionais em vigor no país, devido à quarentena preventiva da covid-19.

Opinião e Análise