Olfa Hamdi assume a liderança da Tunisair

05-01-2021 (11h41)

Foto: Concord Project Technologies
Foto: Concord Project Technologies

O Ministério dos Transportes da Tunísia nomeou Olfa Hamdi, especialista em gestão de grandes projectos internacionais, para liderar a companhia aérea Tunisair, que enfrenta sérias dificuldades financeiras.

Olfa Hamdi substitui Elyes Mnakbi, que deixou a empresa em Julho, e ficará encarregada de desenvolver um plano estratégico para salvar e promover a Tunisair, para fazer frente à concorrência internacional, em particular de empresas europeias e africanas, disse o Ministério, citado na imprensa francesa.

Em finais de Outubro, ao anunciar um novo CEO (clique para ler: Wassef Ayadi é o novo CEO da Tunisair), o director de Planeamento da Tunisair, Sami Blidi, avançava que a companhia estava a operar apenas 30% da sua actividade desde Setembro.

Nos nove meses de Janeiro a Setembro de 2020, a facturação da Tunisair caiu de 1.336 para 436 milhões de dinares (de 402 para 131 milhões de euros), de acordo com o “Air Journal”, que indica ainda que o tráfego caiu 73% no mesmo período, de cerca de 2,68 milhões de passageiros para com 848.693 passageiros.

O plano de reestruturação anunciado pela companhia aérea no final de Abril prevê o despedimento de cerca de 4.800 dos 7.800 trabalhadores, bem como uma recapitalização na ordem dos 400 milhões de euros e uma renovação da frota.

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Tunisair

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Orbest e Evelop assinam acordo com o Sabre para distribuição e gestão operacional

15-01-2021 (17h10)

As companhias aéreas Orbest e Evelop assinaram um acordo com o Sabre para vender os seus voos nos sistemas de reservas da tecnológica e para usar as suas soluções de gestão de inventário e de gestão operacional.

Quebra de passageiros no Aeroporto de Lisboa em 2020 atingiu 21,9 milhões

15-01-2021 (16h24)

O Aeroporto de Lisboa, que em 2019 se debatia com falta de capacidade para tanto tráfego, em 2020, com a pandemia de covid-19, teve uma quebra para uns escassos 9,26 milhões de passageiros, pouco mais do que teve só no Verão de 2019 (9,19 milhões).

Restrições aos voos de fora da Europa continuam até final de Janeiro

15-01-2021 (15h56)

As restrições aplicadas ao tráfego aéreo para fora da União Europeia e do espaço Schengen vão continuar em vigor até final de Janeiro, limitando os voos a “viagens essenciais” e sujeitos a um resultado de teste negativo à covid-19.

Quebra de tráfego aéreo de/para Portugal agravou-se no quarto trimestre de 2020 para 77%

15-01-2021 (15h51)

O quarto trimestre, que já por si é um período de época baixa da aviação no Hemisfério Norte, no ano passado até foi de agravamento da quebra induzida pela pandemia de covid-19, com o decréscimo der passageiros nos aeroportos portugueses geridos pela ANA/Vinci a situar-se 7,4 pontos acima da quebra média no ano.

Angola suspende ligações aéreas com Portugal, África do Sul e Brasil a partir de dia 24

15-01-2021 (12h16)

Angola vai suspender as ligações aéreas com Portugal, Brasil e África do Sul, a partir das 00h00 do dia 24 de Janeiro, anunciou o ministro de Estado e chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida.

Opinião e Análise