Política de ter parcerias fortíssimas com as agências de viagens vai continuar com certeza

06-12-2016 (23h55)

Foto: TAP
Foto: TAP

Trey Urbahn, novo ‘patrão’ das Vendas da TAP

A área de Vendas da TAP passou ‘discretamente' na Comissão Executiva de Luiz Mór, que tinha esse pelouro desde que veio para a companhia em 2001, para o novo COO, Trey Urbahn, que em declarações ao PressTUR aborda pela primeira vez o alcance dessa alteração, que, assegura, não mudará "a política de ter parcerias fortíssimas com os nossos parceiros nas agências de viagens".

De acordo com Trey Urbahn, em termos organizacionais a mudança traduz-se em que Ricardo Lo Presti, director de Vendas, passou a reportar-lhe directamente e não indirectamente através de Luiz Mór, que foi designado chief of staff and transformation officer, tendo à sua responsabilidade, entre outras funções, o desenvolvimento de “projectos transversais”, o mais saliente dos quais actualmente é o Rise, “de busca de melhoria de competitividade”.

Trey Urbahn não deixa de assinalar, no entanto, que a companhia sem deixar de reconhecer a relevância das vendas pelas agências de viagens também aposta em melhorar o seu produto na web, focando-se em “criar produtos que o cliente queira vir directamente a nós”, o que, acrescenta, “não quer dizer que nós vamos abandonar os agentes de viagens. Não é assim”.

 

PressTUR: Passou recentemente a acumular também a área de Vendas na Comissão Executiva, que antes era um pelouro de Luiz Mór. Vai mudar alguma coisa em termos de política de vendas da companhia?

Trey Urbahn: Acho que não. O Mór já reportava a mim antes disso. Então nada mudou. O que vai acontecer é que o Mór vai reportar directamente ao Eng. Fernando Pinto e vai assumir uma nova posição de chief of staff e cuidar do programa de Rise, que é um programa onde estamos cuidando de nossos custos. E o Ricardo Lo Presti, que até aqui reportava ao Mór, vai reportar a mim directamente.

 

PressTUR: E antes era indirectamente?

Trey Urbahn: Exactamente.

 

PressTUR: Não é, então, de esperar uma alteração da política da TAP relativamente às agências de viagens?

Trey Urbahn: Não, não. São uma base importante para nós e assim vai continuar. A maioria das nossas vendas são feitas por agentes de viagens. Mas como todas as empresas, estamos vendo como podemos ser mais eficientes e isso é um foco que temos que continuar. Para se estar no mercado com os preços mais baixos temos que ter o custo mais baixo. E uma área em que estamos dando muito foco é em como melhorar o nosso produto na web, para criar produtos que o cliente queira vir directamente a nós. Isso não quer dizer que nós vamos abandonar os agentes de viagens. Não é assim. Queremos desenvolver uma relação directa com o nosso cliente. Isso é um foco que nós vamos continuar. Mas a política de vendas, a política de ter parcerias fortíssimas com os nossos parceiros nas agências de viagens vai continuar com certeza.

 

Ver também:

Vendas das novas tarifas da TAP mostram que “os agentes de viagens estão a vender o produto que o cliente precisa”

“Não gosto da ideia de se construir um aeroporto novo” em Lisboa

Luiz Mór representa a Comissão Executiva da TAP no Congresso da APAVT

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: TAP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lufthansa programa ter este Agosto 60 voos por semana dos seus hubs para Portugal

03-08-2020 (13h17)

A companhia alemã Lufthansa, líder do maior grupo aéreo europeu, tem programado para este mês de Agosto fazer 60 voos por semana dos seus hubs de Frankfurte e Munique aeroportos portugueses.

ACI, A4E e IATA dizem que os governos prejudicam mais do que ajudam

31-07-2020 (17h15)

As associações comerciais representativas de aeroportos e companhias aéreas europeias ACI, A4E e IATA acusaram hoje os governos europeus de terem “uma abordagem inconsistente das restrições de viagem”.

Air Canada anuncia perdas de 1,1 mil milhões de euros no 2º trimestre

31-07-2020 (16h44)

A Air Canada anunciou hoje que perdeu mais de 1,7 mil milhões de dólares canadianos (1,1 mil milhões de euros) no segundo trimestre, devido aos "efeitos devastadores" da pandemia de covid-19.

Bruxelas aprova apoio alemão de 840 milhões para cobrir vouchers de viagens canceladas

31-07-2020 (12h09)

A Comissão Europeia deu hoje ‘luz verde’ a um apoio estatal da Alemanha de 840 milhões de euros para cobrir vouchers emitidos por operadores turísticos para compensar cancelamentos de viagens devido à covid-19, visando tornar esta numa opção mais “fiável”.

‘Delfim’ de Antonoaldo Neves escolhido para novo CEO da TAP

30-07-2020 (19h39)

Fonte oficial do Ministério das Infra-estruturas já confirmou à Lusa que Ramiro Sequeira, promovido a COO da TAP por Antonoaldo Neves, é a escolha do Governo para substituir o gestor brasileiro em CEO da companhia portuguesa.

Opinião e Análise