Porto é o principal destino/origem do Aeroporto de Luxemburgo

23-01-2019 (18h51)

Lisboa está em segundo lugar na lista

Porto e Lisboa são as principais origens/destinos internacionais no aeroporto do Luxemburgo, seguidos de Munique, Frankfurt e Londres (London City).

O Aeroporto de Luxemburgo registou 4,04 milhões de passageiros em 2018, um aumento de cerca de 12,2% em relação aos 3,6 milhões em 2017. O mês de Julho registou um número recorde de 397.000 passageiros.

O comunicado do aeroporto justifica este aumento com a criação de novas rotas e novos destinos como Bordéus, em França, Keflavik, na Islândia, Brac, na Croácia, Marraquexe, em Marrocos, Sevilha, em Espanha, Enfidha, na Tunísia, e Ras Al Khaimah, nos Emirados Árabes Unidos.

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lufthansa prevê retomar este mês voos de Frankfurt e Munique para Lisboa, Faro e Porto

05-06-2020 (16h59)

A companhia de aviação alemã Lufthansa programou voar já a partir de meados este mês de Junho de Frankfurt e Munique para Lisboa, Faro e Porto.

Swiss planeia voar de Genebra e Zurique para Portugal a partir deste mês

05-06-2020 (16h54)

A Swiss, companhia aérea do Grupo Lufthansa, planeia retomar os voos para vários destinos europeus a partir de Junho, incluindo Lisboa, Faro e Porto.

Brussels programa voos para Lisboa, Faro e Porto em Junho

05-06-2020 (16h32)

A Brussels Airlines programou retomar os voos para vários destinos europeus a partir de Junho, incluindo Lisboa, Faro e Porto.

Emirates anuncia extensão da rede para 29 cidades a partir de 15 de Junho

05-06-2020 (16h13)

A Emirates, maior companhia de aviação do mundo em transporte internacional de passageiros, anunciou que a partir de dia 15 vai ter voos para mais 16 cidades, entre as quais Manchester, Zurique, Viena, Amsterdão, Copenhaga e Dublin, na Europa.

Grupo Lufthansa planeia retomar 70% das rotas de longo curso até Setembro

05-06-2020 (16h08)

O Grupo Lufthansa planeia retomar até Setembro 70% das rotas de longo curso e 90% das rotas de curto e médio cursos que inicialmente tinha programado, entre as quais destaca Faro e Funchal.

Opinião e Análise