Qatar Airways mantém quatro voos/semana na rota Doha – Lisboa

05-08-2020 (15h46)

Foto: Qatar Airways
Foto: Qatar Airways

A Qatar Airways, uma das maiores companhias de aviação da região do Golfo, manteve em quatro voos por semana a frequência de voos na rota Doha – Lisboa no período de 1 de Setembro a 24 de Outubro.

A companhia tem destinado um Boeing 787-8 Dreamliner para a rota e mantém a indicação de aumento da frequência de voos para Lisboa para 11 a partir de 1 de Outubro.

Estas previsões, porém, estão condicionadas à evolução da pandemia e, nomeadamente, às restrições que os governos venham adoptar para conter a disseminação da doença.

Além de Lisboa, a Qatar Airways incluiu também Luanda e Maputo entre os seus destinos este Verão, respectivamente com quatro e com cinco voos por semana em Boeing B787-8 Dreamliner.

Para a Europa, além de Lisboa a Qatar tem voos para Amesterdão, Ancara, Atenas, Barcelona, Belgrado, Berlim Tegel, Bruxelas, Bucareste, Copenhaga, Dublin, Edimburgo, Frankfurt, Genebra, Helsínquia, Istambul, Londres Heathrow, Madrid, Manchester, Milão Malpensa, Moscovo Domodedovo, Munique, Oslo, Paris Charles de Gaullle, Praga, Roma, São Petersburgo, Estocolmo, Tbilisi, Viena, Varsóvia, Zagreb e Zurique.

 

Para ler mais clique:

Qatar Airways já tem à venda no seu website voos entre Doha e Lisboa

 

Clique para mais notícias: Qatar Airways

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Venda de passagens da TAP resistiu melhor nas rotas de África, América do Norte e Brasil

29-09-2020 (17h04)

A TAP teve no primeiro semestre, que inclui os três meses de impacto mais drástico da pandemia de covid-19 nas viagens e turismo, uma quebra das vendas de voos em 57,2% ou 729,67 milhões de euros, com as rotas de África, da América do Norte e do Brasil a serem as que melhor resistiram, ainda assim com quebras acima de 40%.

TAP mostra que reduziu mais a capacidade que os seus ‘pares’

29-09-2020 (16h35)

A TAP indicou hoje que no primeiro semestre, em reacção ao impacto da pandemia nas viagens e turismo, reduziu a sua capacidade medida em ASK (lugares x quilómetros voados) em 82%, o que significa um ‘corte’ 14 pontos mais forte que a média dos voos de/para países europeus, em que a redução foi de 68%.

Custos operacionais da TAP caíram menos que receitas no primeiro semestre

29-09-2020 (16h33)

A TAP apresentou um prejuízo fiscal de 724,1 milhões de euros, que representa um agravamento de 581,7 milhões em relação ao período homólogo de 2019, nomeadamente por uma quebra de receitas operacionais em 55,4% ou 802,8 milhões, enquanto os gastos operacionais baixaram 30% ou 460,2 milhões.

TAP reconhece 669,3 milhões de euros em bilhetes emitidos e não utilizados

29-09-2020 (16h08)

A TAP tinha a 30 de Junho 669,29 milhões de euros de “documentos pendentes de voos”, que explica ser o “montante da responsabilidade do Grupo referente a bilhetes emitidos e não utilizados”.

Hangar de manutenção em Beja começa a funcionar faseadamente em Outubro

29-09-2020 (13h04)

O hangar da empresa Mesa para manutenção de aviões no aeroporto de Beja vai começar a funcionar em Outubro, após um investimento de 30 milhões de euros, revelou à agência Lusa o presidente do grupo proprietário.

Opinião e Análise