Ryanair acusa agências de viagens online de bloquear reembolsos

03-07-2020 (12h32)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A Ryanair acusou hoje "agências de viagens online não autorizadas" de bloquear reembolsos de clientes, por utilizarem "emails falsos e cartões de crédito virtuais" impedindo que as reservas "possam ser rastreadas até ao consumidor individual".

"Preocupa-nos que um número significativo de clientes que fizeram reservas através de agências de viagens online não autorizadas ainda não tenha recebido os seus reembolsos porque as agências forneceram à Ryanair emails falsos ou detalhes de cartões de crédito virtuais", afirmou o CEO da Ryanair, Eddie Wilson, citado num comunicado.

A low cost alertou os reguladores irlandeses (CAR) e britânicos (CAA) para esta situação, disse Eddie Wilson, que considera urgente implementar uma regulamentação "para garantir que estes intermediários não autorizados fornecem às companhias aéreas emails verdadeiros e dados de pagamento correctos, e desta forma possamos processar os reembolsos de forma rápida e eficiente".

Sem revelar números de reservas, a companhia indica apenas que o número de pedidos de reembolso "bloqueados" por esta situação é "uma minoria significativa".

Na mesma nota, a low cost anunciou que espera concluir 90% dos processos de reembolso ou alteração da reserva dos clientes que reservaram directamente com a Ryanair e que tiveram os seus voos cancelados entre Março e Junho.

Com a reabertura dos seus escritórios em Dublin no dia 1 de Junho, a transportadora reforçou a equipa de gestão de reembolsos e conseguiu processar todos os pedidos de reembolso de voos cancelados em Março e 50% dos pedidos de Abril.

Até 15 de Julho, a Ryanair espera concluir os reembolsos dos voos cancelados em Abril, e na segunda quinzena de Julho, os reembolsos de Maio e a maioria dos pedidos de Junho.

A low cost sublinha que estes números incluem passageiros que aceitaram vouchers ou alterações de viagem para voos operados pela Ryanair em Julho, Agosto e Setembro.

 

Clique para ver mais: Ryanair

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Companhia aérea brasileira Azul regista prejuízo de 450 milhões de euros no segundo trimestre

14-08-2020 (18h45)

A companhia aérea brasileira Azul registou um prejuízo de 2,9 mil milhões de reais (450 milhões de euros) no segundo trimestre de 2020, segundo balanço financeiro divulgado pela empresa.

EuroAtlantic vai ter novo horário na ligação para Bissau

14-08-2020 (18h12)

A euroAtlantic vai começar voar para a Guiné-Bissau num novo horário, com chegada diurna à capital guineense, a partir de 4 de Setembro, informou a companhia aérea.

Brasileira Azul lança empresa de aviação regional

12-08-2020 (20h37)

A companhia aérea brasileira Azul lançou na terça-feira uma nova subsidiária para o mercado de voos regionais, denominada Azul Conecta, que pretende chegar a 200 cidades nos próximos anos.

Portugal mantém-se no final de Julho a 8ª maior origem/destino de passageiros dos aeroportos espanhóis

12-08-2020 (17h03)

Os aeroportos espanhóis contabilizaram 1,077 milhões de passageiros em voos de/para Portugal nos primeiros sete meses deste ano, o que mantém o país como 8ª maior origem/destino de passageiros, ainda que a pandemia tenha causado uma quebra em 66% ou 2,087 milhões.

Pandemia já tirou mais de 105 milhões de passageiros aos aeroportos espanhóis

12-08-2020 (15h35)

Os aeroportos espanhóis tiveram em Julho quase sete milhões de passageiros, mas ainda assim ficaram 76,3% ou 22,4 milhões abaixo do mês homólogo de 2019, elevando a quebra desde o início do ano para 106,8 milhões (-67,9%), de acordo com os dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis recolhidos pelo PressTUR.

Opinião e Análise