Ryanair anuncia nova rota Faro – Teesside para este Verão

23-06-2021 (13h13)

A Ryanair anunciou uma nova rota para este Verão entre Faro e Teesside, no Norte de Inglaterra, que se junta às novas ligações já anunciadas entre o Algarve e Belfast City e entre Lisboa e Colónia, confirmadas hoje em Lisboa por Michael O'Leary, CEO do Grupo.

Uma consulta ao website da low cost mostra que os voos entre Faro e Teesside serão operados duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos Sábados, entre 26 de Junho e 30 de Outubro.

A nova rota foi anunciada num comunicado onde a Ryanair também destaca como novidades para este Verão as ligações entre Faro e Belfast City, com voos diários, e entre Lisboa e Colónia, com dois voos por semana, que já tinham sido anunciadas em Março deste ano e em Outubro de 2020, respectivamente (clique para ler: Ryanair vai voar Faro - Belfast City este Verão / Ryanair vai voar Lisboa - Colónia no próximo Verão).

O CEO do Grupo Ryanair, Michael O'Leary, esteve esta manhã em Lisboa para destacar a recuperação da oferta de voos da companhia de e para Portugal, confirmando que tem programados 600 voos por semana de e para o país, como já havia sido anunciado no final de Março pelo CEO da companhia, Eddie Wilson (clique para ler: Ryanair prevê operar este Verão 80% da programação habitual em Portugal).

Citado no comunicado, Michael O'Leary afirma que "Portugal é o melhor destino turístico da Europa, por isso não é surpresa que seja um dos mercados com recuperação mais rápida em toda a rede da Ryanair".

O executivo voltou também a aproveitar a ocasião para repetir a posição da Ryanair sobre os apoios estatais em contexto de pandemia às companhias aéreas, designadamente à TAP, que pretende ver anulados, tendo para isso apresentado queixas nos tribunais europeus.

O comunicado sublinha ainda outra posição já conhecida de Michael O'Leary sobre o aeroporto do Montijo, que considera "imperativo" que seja aberto para permitir "aumentar a capacidade numa altura em que Portugal precisa de recuperar o tráfego e a conectividade perdidos pela TAP e pela pandemia".

A Ryanair, segundo a nota de imprensa, fez "um investimento em aeronaves superior a 2 mil milhões de dólares nas suas quatro bases portuguesas".

 

Clique para ver mais: Ryanair

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Estudo da Oliver Wyman prevê falta de pilotos na Europa em 2022

03-08-2021 (15h17)

De acordo com um estudo da consultora Oliver Wyman, a Europa vai ter falta de pilotos em 2022, mais precisamente menos 790 pilotos do que aqueles que serão necessários.

Iberia ultrapassou British Airways e foi a companhia do IAG líder em tráfego de passageiros

02-08-2021 (16h36)

A Iberia foi a companhia do IAG que mais tráfego de passageiros transportou no segundo trimestre, superando a British Airways, tradicionalmente a líder, nomeadamente pela liderança no transporte entre a Europa e a América do Norte.

IAG prevê ter este trimestre 45% da capacidade de transporte de passageiros de 2019

02-08-2021 (16h31)

O IAG, grupo que integra a British Airways, a Iberia, a Vueling, a Aer Lingus e a Level, anunciou que prevê aumentar a sua capacidade de transporte de passageiros dos 21,9% do período homólogo de 2019 no segundo trimestre para “cerca de 45%” este trimestre, época alta no Hemisfério Norte.

LATAM Airlines considera combustíveis alternativos

02-08-2021 (16h16)

A LATAM Airlines, de acordo com o seu CEO, Roberto Alvo, está a considerar o recurso a combustíveis alternativos para cumprir o seu objectivo de atingir a neutralidade de carbono em 2050 e de em 2030 já ter uma redução de 50% nas suas emissões domésticas.

Governo cabo-verdiano acusa administração islandesa da TACV de irregularidades

02-08-2021 (14h01)

O Governo cabo-verdiano revelou que a administração islandesa da TACV, entretanto renacionalizada, ameaçou imobilizar em Portugal a aeronave com que pretendia retomar os voos internacionais e iniciou um processo disciplinar à vice-presidente nomeada pelo Estado.

Opinião e Análise