Ryanair estreia 15 rotas de/para Portugal e abandona nove no próximo Inverno

28-02-2019 (13h30)

A Ryanair apresentou hoje em Lisboa o seu calendário de voos de/para Portugal no próximo Inverno IATA, de finais de Outubro 2019 a finais de Março 2020, período em que vai deixar de operar nove rotas e começar outras 15 de/para Lisboa, Porto e Faro, mantendo inalterada a programação de voos de/para Ponta Delgada e Terceira.

A informação da companhia indica que, assim, nesse período, que é época baixa da aviação, terá 106 rotas de/para Portugal e que antecipa atingir um total de 11,1 milhões de passageiros/ano nos aeroportos portugueses, com um crescimento homólogo ‘modesto’ de apenas 2,8%.

A programação da low cost para o Inverno 2019/2020 foi apresentada pelo seu Chief Commercial Officer, David O’Brien, que assinalou que “há uma mistura de novidades e reduções para o Inverno”, comentando de seguida que “é normal”.

Em Lisboa, a Ryanair vai ter quatro novas rotas no Inverno, sendo duas completamente novas, Budapeste, com três voos por semana, e Memmingen, com dois voos semanais, e duas que apenas são novas face ao Inverno de 2018/19, uma vez que as começa já este Verão, designadamente Bordéus, com cinco voos por semana, e Clermont, com dois voos por semana.

A low cost, porém, vai deixar de voar de Lisboa para Breslávia e Varsóvia Modlin, indicou David O’Brien.

A transportadora anunciou que assim terá 27 rotas no Aeroporto de Lisboa, nas quais prevê transportar 3,4 milhões de passageiros por ano.

Para o Porto, seu primeiro aeroporto em Portugal e onde é líder de mercado, a low cost vai ter oito novas rotas no próximo Inverno IATA, sendo totalmente novas Budapeste, que terá dois voos por semana, Málaga, que terá três voos semanais, e Toulouse, que também terá três voos por semana, e sendo novas apenas face ao Inverno passado Alicante, Birmingham, Bremen, Brive e Veneza Treviso, todas com dois voos por semana.

Contudo, a companhia aérea tem programado descontinuar no próximo Inverno as ligações do Porto com Nápoles, Varsóvia Modlin, Lorient e Edimburgo.

A previsão da Ryanair para a Invicta, onde terá 50 rotas no Inverno, é transportar 4,35 milhões de passageiros por ano.

Para Faro, a Ryanair programou três novas rotas de Inverno, as quais serão inauguradas já durante o Verão, designadamente Londres Southend, Berlim Tegel e Bremen, todas com dois voos por semana.

A Ryanair, contudo, vai cancelar em Faro as ligações a Colónia, Frankfurt Hahn e Cork.

A operação da Ryanair no Aeroporto de Faro compreenderá assim no próximo Inverno IATA 24 rotas, com previsão de transportar 2,8 milhões de passageiros por ano.

Nos Açores a operação mantém-se inalterada, com voos duas vezes por dia de Ponta Delgada para Lisboa, voo uma vez por semana para Londres Stansted e seis voos por semana para o Porto, a que acrescenta seis voos por semana da Terceira, quatro para Lisboa e dois para o Porto.

As previsões da companhia apontam para o transporte de 405 mil passageiros por ano de/para Ponta Delgada e 105 mil passageiros por ano de/para Terceira.

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Ryanair

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Avião da Air India Express despenha-se ao aterrar no Sul da Índia e parte-se em dois

07-08-2020 (18h00)

Um avião comercial com 191 pessoas a bordo saiu hoje da pista e partiu-se em dois ao aterrar num aeroporto do Sul da Índia com chuva torrencial, indicaram as autoridades indianas e a imprensa local.

Aeroportos europeus perderam perto de 1.000 milhões de passageiros até ao fim de Julho

07-08-2020 (13h04)

Julho foi mais um mês de grande quebra de passageiros nos aeroportos europeus, informou hoje o Airports Council International (ACI), que avançou a estimativa de uma quebra de 208 milhões no mês, acrescentando que, dessa forma, desde o início do ano os aeroportos europeus estão com menos 969 milhões e passageiros que no período homólogo de 2019.

TAP requer teste molecular RT-PCR para viajantes do Brasil para Portugal

06-08-2020 (17h30)

A TAP Air Portugal, de acordo com o que foi determinado pelas autoridades portuguesas, requer um teste molecular RT-PCR à Covid-19 negativo a todos os viajantes do Brasil para Portugal.

TAAG recebe o primeiro de seis Dash 8-400 encomendados à Bombardier

06-08-2020 (15h57)

A TAAG - Linhas Aéreas de Angola recebeu a primeira de seis aeronaves Dash 8-400 encomendadas em 2018 à empresa canadiana Bombardier.

CEO do grupo Lufthansa advoga ‘acto de contrição’ da aviação

06-08-2020 (14h31)

A pandemia de covid-19 é também “uma oportunidade única para a aviação se recalibrar”, defende o CEO do grupo Lufthansa, o maior grupo europeu de companhias de aviação de rede, que propõe que se questione o status quo e “em lugar de se batalhar por ‘crescimento a qualquer preço’ se “crie valor de forma sustentável e responsável”.

Opinião e Análise