TAP e Emirates reforçam acordo de code-share

15-03-2021 (16h26)

A TAP e a Emirates reforçaram o acordo de code-share, possibilitando à companhia aérea portuguesa chegar a mais destinos na Ásia Oriental, e à transportadora dos Emirados Árabes Unidos chegar a mais destinos em Portugal, nas Américas e em África.

Com o reforço da parceria, a TAP vai colocar o seu código nos voos operados pela Emirates para destinos como “Taipé, Tóquio, Osaka, Bombaim, Deli, Dhaka, Malé, Jacarta, Denpasar, Manila, Hanói, bem como Barcelona e Cidade do México”, segundo um comunicado.

A Emirates, por sua vez, colocará o seu código nos voos operados pela TAP para mais destinos em Portugal e “para cidades nos EUA, Canadá, México, Brasil, Senegal, Guiné-Bissau, Guiné-Conakry, Marrocos, Tunísia, Gâmbia e Cabo Verde”.

O acordo, que facilita as reservas, emissão de bilhetes e acumulação de milhas nos programas de fidelização das duas companhias, está ainda sujeito a aprovações regulamentares e deverá entrar em vigor a 1 de Maio.

No comunicado hoje divulgado, a TAP sublinha que as duas empresas “planeiam apoiar os programas de Stopover uma da outra no Dubai e em Lisboa, com a Emirates também a apoiar a TAP Air Portugal enquanto ela analisa as oportunidades de expansão nos Emirados Árabes Unidos”.

O Chief Revenue & Network Officer da TAP, Arik De, citado no comunicado, destacou que o acordo permitirá “maior acesso geográfico” para os clientes da TAP e para os clientes da Emirates.

Já o director Comercial da Emirates, Adnan Kazim, destacou a “parceria de codeshare de sucesso mútuo nos últimos oito anos” e a sua expectativa de “oferecer ainda mais benefícios aos nossos clientes”.

 

Clique para ver mais: TAP

Clique para ver mais: Emirates

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

easyJet assinala entrada de Portugal na ‘lista verde’ do Reino Unido com voos Newcastle-Faro

10-05-2021 (19h15)

A companhia de aviação easyJet anunciou que vai voar entre Newcastle e Faro este Verão, a partir de 19 de Julho, com três frequências semanais.

TAP pede insolvência da Groundforce

10-05-2021 (19h02)

A TAP anunciou hoje em comunicado que requereu a insolvência da SPdH – Serviços Portugueses de Handling, S.A. (Groundforce) com o objectivo, “se tal for viável, de salvaguardar a viabilidade e a sustentabilidade da mesma, assegurando a sua actividade operacional nos aeroportos portugueses”.

Ryanair avança em força para aproveitar a ‘luz verde’ do Reino Unido às férias em Portugal

10-05-2021 (13h07)

A low cost Ryanair, pré-pandemia segunda maior companhia de aviação em passageiros transportados de/para Portugal, anunciou a inclusão de “175.000 lugares extra” em 75 voos adicionais do Reino Unido para Portugal para que os seus passageiros possam aproveitar a inclusão de Portugal na “lista verde” de destinos de lazer.

Azul sofre quebra de receita de mil milhões de reais

07-05-2021 (16h15)

A companhia de aviação brasileira Azul, fundada e presidida por David Neeleman, ex-accionista de referência da TAP, comunicou hoje ao mercado que a sua receita no primeiro trimestre ficou em 1,8 milhões de reais, menos mil milhões ou menos 34,9% que no primeiro trimestre de 2020, no qual ainda tivera crescimento face ao ano anterior, em 10,3%.

Amadeus caiu para prejuízos no primeiro trimestre

07-05-2021 (16h09)

O Amadeus, conhecido como uma das empresas mais lucrativas da área das viagens, declarou um prejuízo de 95,3 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, que compara com lucros de 298,5 milhões no período homólogo de 2019, pré-pandemia.

Opinião e Análise