TAP ‘estende as asas’ à América ‘espanhola’ e acrescenta seis destinos europeus

13-12-2013 (21h21)

Em 2014

A TAP, que para 2014 já anunciou um reforço da presença no Brasil, com o alargamento ao Norte (Manaus e Belém), vai ainda, no próximo ano, ‘estender as asas’ à América de língua espanhola, com uma rota Lisboa - Bogotá - Panamá, e acrescentar seis novos destinos europeus, designadamente para o Norte e Leste, com São Petersburgo, Talin, Gotemburgo, Belgrado e Hannover, a que se soma ainda Nantes, França.



A abertura desta rotas em 2014 foi anunciada hoje pelo CEO da companhia, Fernando Pinto, em mensagem divulgada através do seu canal no YouTube.
Fontes da aviação disseram ao PressTUR que a chegada a Bogotá era de prever assim que a TAP reforçasse a frota de longo curso, o que vai acontecer em 2014 com a entrada de dois Airbus A330.
A TAP tem na Colômbia um dos ‘pretendentes’, Germán Efromvich, mas o que mais conta é a expansão da actividade de empresas portuguesas no País, a época de expansão económica que está a viver, a sua atractividade como destino turístico e, também, o facto de a Avianca ser membro da Star Alliance, para onde entrou a 22 de Junho de 2012 ( Avianca, Taca Airlines e Copa Airlines já estão na Star Alliance).  
Esta circunstância é um factor importante, pois facilita à TAP distribuir tráfego a partir de Bogotá para outros destinos na Colômbia e países vizinhos.
Uma situação semelhante verifica-se com a rota da Cidade do Panamá, pois também a Copa é membro desde o ano passado da Star Alliance.
Mas, dizem ao PressTUR fontes da aviação, nas ‘contas’ da TAP entrou certamente o potencial de estreitamento das relações económicas entre Portugal e o Panamá pelo alargamento do canal que liga o Pacífico e o Atlântico e de que a melhor ligação à Europa é com o porto de Sines.
As fontes do PressTUR, embora admitam que com estas rotas, as primeiras ‘puras e duras’ para a América de língua espanhola, uma vez que se considera que as ligações com Caracas são essencialmente mercado étnico, a TAP está a ‘entrar em território’ tradicionalmente da Iberia, que está em reestruturação, o que salientam é a aposta da companhia em reforçar a sua preponderância nas ligações entre a América Latina e a Europa, sendo certo que já é a maior companhia em ligações do Brasil com o continente europeu.
Relativamente às novas rotas europeias, as fontes do PressTUR dizem que estão na linha das apostas que a companhia tem vindo a fazer, “nem sempre compreendidas”, pois a tendência é dar mais ênfase às ligações de longo curso, de reforçar o leque de mercados emissores para Portugal com voos directos para Lisboa.
A TAP, sublinham, sempre tem que ter presente as chamadas sextas liberdades, isto é a possibilidade de vender em outros mercados europeus voos via Lisboa para destinos fora da Europa, que são uma importante fonte de receita para a companhia, bem como, um importante volume de exportações.
As apostas que a TAP vai fazer para 2014 evidenciam uma aposta em reforçar mercados que estão com desempenhos fortes, como França, Alemanha e Escandinávia, bem como alargar além dos tradicionais emissores para Portugal, com os voos para Belgrado, Talin e São Petersburgo, que é a segunda cidade da Rússia para onde terá voos directos de Lisboa, permitindo-lhe, assim, ultrapassar as dificuldades que tem tido para aumentar a frequência de voos para Moscovo e, simultaneamente, abrindo voos directos para um destino que regra geral os operadores turísticos portugueses consideram mais apelativo para o seu mercado.
O início destas seis novas rotas na Europa é propiciado pelo reforço da sua frota de médio curso com quatro aviões, os quais, de acordo com as fontes do PressTUR, vão permitir ainda aumentar frequências de voos em algumas das rotas já existentes e que estão com elevadas taxas de ocupação.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

KLM avisa que vão ser necessárias mais medidas de “rightsizing”

30-10-2020 (15h39)

É um eufemismo para dizer que mais medidas de redução de pessoal são necessárias, mas não deixa também de traduzir com clareza a gravidade da situação na KLM, uma das companhias de aviação mais bem sucedidas da Europa, apesar de não estar baseada num dos maiores mercados europeus.

Royal Air Maroc retoma voos para Bissau e Praia

30-10-2020 (14h56)

A companhia de aviação marroquina Royal Air Maroc anunciou que vai retomar no dia 6 de Novembro os seus voos de Casablanca para Bissau e Praia.

easyJet vai voar Amesterdão - Faro este Inverno

30-10-2020 (13h38)

A easyJet anunciou hoje que vai voar entre Amesterdão e Faro uma vez por semana entre 19 de Dezembro e 27 de Março de 2021, reforçando para dois voos por semana durante a época do Natal, de 22 a 29 de Dezembro.

Pandemia de covid-19 provoca prejuízo de 6.078 milhões até Setembro ao grupo Air France/KLM

30-10-2020 (12h07)

O grupo Air France KLM, terceiro maior da Europa, englobando além dessas duas companhias também a Transavia, informou hoje que nos nove meses de Janeiro a Setembro deste ano soma um prejuízo de 6.078 milhões de euros, com quebra das receitas em 58,8%, principalmente das receitas de tráfego regular, que caíram 59,7%.

Ryanair vai voar Lisboa – Colónia no próximo Verão

29-10-2020 (11h59)

A Ryanair anunciou ao mercado que vai voar entre Lisboa e Colónia duas vezes por semana a partir de 28 de Março de 2021.

Opinião e Análise