TAP marca passo apesar de “interesse público”

10-07-2020 (15h34)

Uma semana depois de o Governo anunciar mudanças de fundo da TAP, entre elas a do CEO da companhia, inerentes ao reforço da sua posição para mais de 70% do capital, ainda nada mudou e é Antonoaldo Neves que continua a comandar a transportadora aérea.

“Antonoaldo continua como se nada tivesse acontecido”, comentaram fontes da TAP ao PressTUR que, aliás, avançaram que o CEO designado por David Neeleman, que alegadamente vai deixar de ter participação na companhia portuguesa a troco de 55 milhões, “continua a liderar reuniões de top management”.

As mesmas fontes dizem também que o executivo que veio do Brasil, onde foi CEO da Azul, para a TAP, diz ter contrato até Janeiro e que não foi notificado da sua substituição à frente da companhia portuguesa anunciada pelo ministro das Infra-estruturas, Pedro Nuno Santos.

As fontes do PressTUR realçam que já passou mais de uma semana que o Conselho de Ministros anunciou que “aprovou uma resolução fundamentada que reconhece o excepcional interesse público subjacente à operação de auxílio” à TAP, que seria o passo necessário para ultrapassar a providência cautelar interposta pela Associação Comercial do Porto.

“A resolução reconhece que existe grave prejuízo para o interesse público na inibição do acto administrativo que conceda ou autorize que se conceda ajuda financeira ao Grupo TAP ou à TAP, com as consequentes repercussões, de natureza económica e social, para o país”, informou então o Executivo.

Porém, sem prazos, o que permite que a TAP se mantenha praticamente inactiva e vá ‘desconfinar’ com base no plano idealizado pelo CEO que o ministro diabolizou, sem que apareça o gestor que irá substituí-lo interinamente, até uma empresa de ‘caça-talentos’ sugerir uma equipa para a companhia portuguesa, como aconteceu em 2000, quando a então Swissair escolheu Fernando Pinto.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Estudo da Oliver Wyman prevê falta de pilotos na Europa em 2022

03-08-2021 (15h17)

De acordo com um estudo da consultora Oliver Wyman, a Europa vai ter falta de pilotos em 2022, mais precisamente menos 790 pilotos do que aqueles que serão necessários.

Iberia ultrapassou British Airways e foi a companhia do IAG líder em tráfego de passageiros

02-08-2021 (16h36)

A Iberia foi a companhia do IAG que mais tráfego de passageiros transportou no segundo trimestre, superando a British Airways, tradicionalmente a líder, nomeadamente pela liderança no transporte entre a Europa e a América do Norte.

IAG prevê ter este trimestre 45% da capacidade de transporte de passageiros de 2019

02-08-2021 (16h31)

O IAG, grupo que integra a British Airways, a Iberia, a Vueling, a Aer Lingus e a Level, anunciou que prevê aumentar a sua capacidade de transporte de passageiros dos 21,9% do período homólogo de 2019 no segundo trimestre para “cerca de 45%” este trimestre, época alta no Hemisfério Norte.

LATAM Airlines considera combustíveis alternativos

02-08-2021 (16h16)

A LATAM Airlines, de acordo com o seu CEO, Roberto Alvo, está a considerar o recurso a combustíveis alternativos para cumprir o seu objectivo de atingir a neutralidade de carbono em 2050 e de em 2030 já ter uma redução de 50% nas suas emissões domésticas.

Governo cabo-verdiano acusa administração islandesa da TACV de irregularidades

02-08-2021 (14h01)

O Governo cabo-verdiano revelou que a administração islandesa da TACV, entretanto renacionalizada, ameaçou imobilizar em Portugal a aeronave com que pretendia retomar os voos internacionais e iniciou um processo disciplinar à vice-presidente nomeada pelo Estado.

Opinião e Análise