TAP quadruplica oferta de obrigações para até 200 milhões de euros

14-06-2019 (19h03)

A TAP decidiu multiplicar por quatro o número e valor de obrigações a emitir, no âmbito do empréstimo obrigacionista em curso, passando de 50 milhões de euros para até 200 milhões de euros, foi hoje comunicado ao mercado.

“Informa-se que a Transportes Aéreos Portugueses, S.A. decidiu em 13 de Junho de 2019 [quinta-feira] aumentar o número máximo de obrigações representativas do empréstimo obrigacionistas denominado ‘Obrigações TAP 2019-2023 […] para 200.000 obrigações e, por conseguinte, aumentar o respectivo valor nominal global para até 200.000.000”, lê-se na adenda ao prospecto inicial, enviada hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Esta possibilidade, que já se encontrava inscrita no prospecto inicial, terminava hoje.

Segundo a informação divulgada, o valor nominal unitário das obrigações mantém-se em 1.000 euros.

As obrigações têm maturidade em 23 de Junho de 2023, com uma taxa de juro fixa bruta de 4,375%.

Em 30 de Maio, no documento inicial, a transportadora tinha indicado que “as receitas decorrentes da oferta e da emissão das Obrigações TAP 2019-2023 destinam-se a consolidar o passivo […]num prazo mais alargado, através do refinanciamento de dívidas que se vencerão num futuro próximo, bem como à obtenção de fundos para […] financiar a sua actividade corrente”.

O grupo TAP registou, em 2018, um prejuízo de 118 milhões de euros, valor que compara com um lucro de 21,2 milhões de euros no ano anterior.

A receita do grupo, por sua vez, passou de 2.978 milhões de euros em 2017 para 3.251 milhões de euros em 2018, traduzindo um aumento em 9,1% ou 273 milhões de euros.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

easyJet destaca êxito dos voos para Faro

04-08-2020 (16h33)

A low cost britânica easyJet expressou hoje satisfação com os resultados dos seus voos para Faro, que aponta como exemplo de êxito, a par de Nice, França.

Quebra de passageiros na Ryanair este ano pela covid-19 já ultrapassa os 50 milhões

04-08-2020 (15h14)

A low cost Ryanair informou hoje que nos 12 meses terminados em Julho regista uma quebra de passageiros que já excede os 50 milhões, passando de 148,2 milhões de Agosto de 2018 a Julho de 2019 para 96,8 milhões de Agosto de 2019 a Julho de 2020.

Ryanair volta aos milhões de passageiros em Julho... mas menos 10,4 milhões que há um ano

04-08-2020 (14h44)

A low cost Ryanair transportou 4,4 milhões de passageiros em Julho, o primeiro mês em que repôs parte significativa da operação, atingindo, segundo anunciou, mil voos por dia, mas ainda assim sem evitar uma quebra que supera os dez milhões.

Zona de testagem no Aeroporto de Ponta Delgada vai ser reorganizada

04-08-2020 (13h48)

O Governo dos Açores vai reorganizar a zona de testes à Covid-19 no aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada, de modo a "agilizar" os procedimentos de testagem dos passageiros que desembarcam na ilha de São Miguel.

EuroAtlantic vai retomar voos regulares para a Guiné-Bissau a partir de sexta-feira

04-08-2020 (13h23)

A companhia aérea euroAtlantic Airways anunciou que vai retomar os voos regulares para a Guiné-Bissau a partir de sexta-feira, depois de as autoridades guineenses terem autorizado na semana passada a retoma dos voos regionais e internacionais.

Opinião e Análise