TAP reconhece 669,3 milhões de euros em bilhetes emitidos e não utilizados

29-09-2020 (16h08)

A TAP tinha a 30 de Junho 669,29 milhões de euros de “documentos pendentes de voos”, que explica ser o “montante da responsabilidade do Grupo referente a bilhetes emitidos e não utilizados”.

A informação consta do balanço do primeiro semestre publicado ontem pela transportadora aérea, o qual mostra que no semestre o montante de “documentos pendentes de voo” respeitantes ao transporte de passageiros aumentou 39,3% ou 188,96 milhões de euros, enquanto no transporte de carga até houve um decréscimo em 73,6% ou 317,7 mil euros.

A rubrica de “documentos pendentes de voo” não significa que se trate de incumprimentos por parte da companhia, incluindo o cancelamento de voos, mas como a TAP explica no balanço “decorrente da redução significativa da actividade após Abril de 2020 e do cancelamento de voos impostos ao sector da aviação e ao Grupo, os documentos pendentes de voo em 30 de junho de 2020 incluem montantes significativos referentes a voos não realizados até essa data, mantendo o Grupo a sua responsabilidade pela prestação do serviço no futuro ou pelo reembolso nos termos contratuais”.

E a companhia acrescenta que “importa ainda salientar que, os montantes incluídos na rubrica pendentes de voo incluem vouchers e bilhetes não voados de voos cancelados”.

Esta é uma questão que está na ordem do dia em vários mercados onde a TAP está presente, nos quais os clientes aguardam serem ressarcidos dos bilhetes comprados mas não utilizados por cancelamento dos voos, que a União Europeia tem salientado ser-lhes devido.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

British Airways vende pacotes turísticos para a Madeira

27-10-2020 (17h14)

A British Airways lançou uma campanha de promoções para viagens e férias em vários destinos, incluindo a Madeira, com pacotes de sete noites a partir de 349 libras (383 euros) por pessoa.

IATA reclama acção dos governos para evitar “iminente catástrofe” económica e desemprego

27-10-2020 (17h04)

A IATA, associação internacional de companhias de aviação, reclamou hoje dos governos "acção firme" para evitar uma "catástrofe" iminente com quebra da actividade económica em 1,8 biliões de dólares e perda de 46 milhões de empregos.

Wizz Air vai voar de Doncaster Sheffield para Lisboa e Faro a partir de Dezembro

27-10-2020 (16h57)

A Wizz Air, que inaugurou na semana passada uma base em Doncaster Sheffield, no Reino Unido, vai reforçar em Dezembro a sua oferta de voos a partir desse aeroporto britânico com ligações a Lisboa e Faro.

Aeroportos portugueses tiveram até Setembro menos 26 milhões de passageiros de voos internacionais

26-10-2020 (17h30)

Os cinco maiores aeroportos portugueses tiveram nos primeiros nove meses deste ano menos 26 milhões de passageiros de voos internacionais, que não são necessariamente todos turistas para Portugal, embora habitualmente sejam a maioria.

Wassef Ayadi é novo CEO da Tunisair

26-10-2020 (16h45)

A Tunisair contratou Wassef Ayadi, que trabalhou em empresas como a Lufthansa e a Airbus, para o cargo de CEO, substituindo Elyes Mnakbi, que deixou a companhia no início de Julho.

Ultimas Noticias

Opinião e Análise