TAP vai fazer dez voos entre Portugal e Moçambique até final de Agosto, Embaixada

30-07-2020 (16h20)

Foto: Ross Parmly / Unsplash
Foto: Ross Parmly / Unsplash

A Embaixada de Portugal em Maputo anunciou a realização de dez voos entre Lisboa e a capital moçambicana, cinco em cada sentido, até final de Agosto, para ultrapassar restrições impostas pela covid-19.


“Em articulação com o Governo de Moçambique, serão realizados voos humanitários entre Lisboa e Maputo, operados pela TAP e com transporte de passageiros nos dois sentidos”, indicou a representação diplomática, citada pela Lusa, sublinhando que os voos são “coordenados pelo Estado Português”.

Os voos de Lisboa para Maputo realizam-se hoje e nos dias 6, 13, 20 e 27 de Agosto.

Os voos de Maputo para Lisboa realizam-se nos dias 1, 8, 15, 22 e 29 de Agosto.

Segundo a Embaixada, “tratando-se de voos humanitários e de apoio ao regresso”, apenas estão autorizados a viajar passageiros com nacionalidade ou autorização de residência no destino (salvo autorizações excepcionais), que no caso de Portugal inclui familiares e estados da União Europeia ou associados ao espaço Schengen.

Apesar de terem a designação de voos humanitários, os bilhetes são vendidos pela TAP, que disponibiliza informações adicionais sobre as condições aplicáveis ao embarque.

“Sendo voos coordenados pelo Estado Português, os passageiros não necessitam de solicitar diretamente a autorização de entrada ou saída ao Ministério do Interior de Moçambique, sendo a referida autorização solicitada para todos os passageiros”, acrescenta a Embaixada.

Quem tiver alguma dificuldade para efectuar reserva num dos voos de Maputo para Lisboa e uma “comprovada urgência nesta deslocação, por motivos graves de saúde ou por partida definitiva do país” deve contactar o Consulado Geral em Maputo ou o Consulado Geral na Beira, acrescenta.

A nota da Embaixada indica também que “todos os passageiros dos voos de Lisboa para Maputo deverão realizar um teste à chegada que será disponibilizado pelas autoridades de saúde moçambicanas” e deverão esperar pelos resultados antes de seguirem para outros destinos dentro do país.

Um teste feito no estrangeiro, “ainda que o resultado seja negativo, poderá não dispensar da obrigatoriedade do novo teste à chegada”.

É ainda obrigatório “o cumprimento de um período de quarentena domiciliária de 14 dias, à chegada a Moçambique”.

No trajecto Maputo - Lisboa “é obrigatória a apresentação, no momento do embarque, de comprovativo de realização de teste laboratorial” para despiste da covid-19, com resultado negativo, feito até 72 horas antes do embarque.

Caso contrário, será necessário pagar um teste no aeroporto e cumprir com as normas associadas ao procedimento, com detalhes no portal da Direção Geral da Saúde portuguesa, na Internet (covid19.min-saude.pt).

 

Clique para mais notícias: Moçambique

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Acidente com avião da Air India Express provocou pelo menos 16 mortos

08-08-2020 (09h18)

As autoridades indianas subiram para 16 o número de mortos no acidente com um avião da Air India Express à aterragem num aeroporto do Sul do país sob chuva torrencial.

Avião da Air India Express despenha-se ao aterrar no Sul da Índia e parte-se em dois

07-08-2020 (18h00)

Um avião comercial com 191 pessoas a bordo saiu hoje da pista e partiu-se em dois ao aterrar num aeroporto do Sul da Índia com chuva torrencial, indicaram as autoridades indianas e a imprensa local.

Aeroportos europeus perderam perto de 1.000 milhões de passageiros até ao fim de Julho

07-08-2020 (13h04)

Julho foi mais um mês de grande quebra de passageiros nos aeroportos europeus, informou hoje o Airports Council International (ACI), que avançou a estimativa de uma quebra de 208 milhões no mês, acrescentando que, dessa forma, desde o início do ano os aeroportos europeus estão com menos 969 milhões e passageiros que no período homólogo de 2019.

TAP requer teste molecular RT-PCR para viajantes do Brasil para Portugal

06-08-2020 (17h30)

A TAP Air Portugal, de acordo com o que foi determinado pelas autoridades portuguesas, requer um teste molecular RT-PCR à Covid-19 negativo a todos os viajantes do Brasil para Portugal.

TAAG recebe o primeiro de seis Dash 8-400 encomendados à Bombardier

06-08-2020 (15h57)

A TAAG - Linhas Aéreas de Angola recebeu a primeira de seis aeronaves Dash 8-400 encomendadas em 2018 à empresa canadiana Bombardier.

Opinião e Análise