TAP voltou a ser em Outubro a líder em transporte aéreo internacional de passageiros de/para o Brasil

27-11-2020 (14h40)

A TAP completou em Outubro três meses consecutivos a liderar o transporte aéreo internacional de passageiros de/para o Brasil, com cerca de 30 mil, praticamente o triplo da segunda maior companhia europeia, a Air France, de acordo com dados da autoridade de aviação civil do Brasil (ANAC).

A informação indica que a TAP transportou 16,6% do total de passageiros de voos internacionais de/para o Brasil e superou a tradicional líder deste mercado, a LATAM Brasil, antiga TAM, que em Outubro teve uma quota de 11,5%, com 21 mil passageiros transportados nos seus voos internacionais.

Em terceiro lugar ficou a Azul, companhia fundada pelo ex-accionista de referência da TAP David Neeleman, com uma quota de 8,2%, e depois estiveram a LAN Chile, do mesmo grupo da LATAM, com 6,7%, e a norte-americana United, com 6,1%.

A segunda maior companhia de aviação europeia em passageiros transportados de/para o Brasil em Outubro foi a Air France, com uma quota de 5,6%, seguida pela ‘rival’ Lufthansa, com 5,1%, e pela ‘irmã’ KLM, que faz grupo com a Air France, com 4,9%.

Outras companhias europeias incluídas nos dados divulgados pela ANAC Brasil são a British Airways, com uma quota de 3%, a Air Europa, com 1,4%, a Swiss, com 1,1%, e a Turkish, com 1%.

Os dados da ANAC não permitem averiguar os mercados de origem dos passageiros, mas tradicionalmente os voos da TAP de/para o Brasil transportam brasileiros e cidadãos de outros países europeus que não Portugal, o que significa que se trata de exportações.

Ver também:

Voos internacionais de/para o Brasil perdem 70,1% de passageiros até Outubro

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Clique para mais notícias: TAP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Orbest e Evelop assinam acordo com o Sabre para distribuição e gestão operacional

15-01-2021 (17h10)

As companhias aéreas Orbest e Evelop assinaram um acordo com o Sabre para vender os seus voos nos sistemas de reservas da tecnológica e para usar as suas soluções de gestão de inventário e de gestão operacional.

Quebra de passageiros no Aeroporto de Lisboa em 2020 atingiu 21,9 milhões

15-01-2021 (16h24)

O Aeroporto de Lisboa, que em 2019 se debatia com falta de capacidade para tanto tráfego, em 2020, com a pandemia de covid-19, teve uma quebra para uns escassos 9,26 milhões de passageiros, pouco mais do que teve só no Verão de 2019 (9,19 milhões).

Restrições aos voos de fora da Europa continuam até final de Janeiro

15-01-2021 (15h56)

As restrições aplicadas ao tráfego aéreo para fora da União Europeia e do espaço Schengen vão continuar em vigor até final de Janeiro, limitando os voos a “viagens essenciais” e sujeitos a um resultado de teste negativo à covid-19.

Quebra de tráfego aéreo de/para Portugal agravou-se no quarto trimestre de 2020 para 77%

15-01-2021 (15h51)

O quarto trimestre, que já por si é um período de época baixa da aviação no Hemisfério Norte, no ano passado até foi de agravamento da quebra induzida pela pandemia de covid-19, com o decréscimo der passageiros nos aeroportos portugueses geridos pela ANA/Vinci a situar-se 7,4 pontos acima da quebra média no ano.

Angola suspende ligações aéreas com Portugal, África do Sul e Brasil a partir de dia 24

15-01-2021 (12h16)

Angola vai suspender as ligações aéreas com Portugal, Brasil e África do Sul, a partir das 00h00 do dia 24 de Janeiro, anunciou o ministro de Estado e chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida.

Opinião e Análise