Vendas de TAP pelas agências corporate brasileiras caem 13,2% no primeiro semestre

24-07-2019 (18h35)

As vendas de voos TAP pelas agências corporate brasileira associadas da ABRACORP caíram 13,2% no primeiro semestre e reduziram a quota de vendas da companhia portuguesa, nº 1 em oferta de ligações entre o Brasil e a Europa, para 3,7%, de acordo com os dados avançados pela associação à imprensa brasileira.

A informação da ABRACORP mostra que no primeiro semestre prevaleceu uma tendência de queda de voos internacionais, que tiveram um decréscimo de 1,7%, para 1.435,77 milhões de reais (cerca de 342 milhões de euros ao câmbio de hoje), embora a tendência geral tenha sido de aumento de vendas das suas associadas, que tiveram uma subida em 14,7%, atingindo o total de 5.569,67 milhões de reais (cerca de 1.326,6 milhões de euros).

Esta subida foi impulsionada principalmente pela evolução das vendas de voos domésticos, que subiram 24,8%, totalizando 2.234,84 milhões de reais (cerca de 532,3 milhões de euros).

Relativamente às vendas de voos internacionais, o portal “Panrotas” noticiou que das dez companhias com mais vendas de voos internacionais, apenas o grupo chileno - brasileiro LATAM, que em Outubro reforça a oferta de voos para Lisboa, a norte-americana United e a panamense Copa tiveram aumentos de vendas no primeiro semestre, respectivamente em 19,7%, em 20% e em 10,5%.

O “Panrotas” acrescenta que a Lufthansa com a Swiss foi o grupo aéreo com maior queda de vendas no semestre, com 20,8%.

O ranking avançado na notícia indica que o LATAM reforçou a liderança, com as vendas a ascenderem a 282,86 milhões de reais (cerca de 67,37 milhões de euros), à frente da American, com 186,81 milhões de reais (cerca de 44,49 milhões de euros), United, com 153,66 milhões de reais (cerca de 36,6 milhões de euros), e grupo Air France KLM, que é assim o nº 1 europeu, com 133,21 milhões de reais (cerca de 31,73 milhões de euros).

A informação mostra que as vendas ABRACORP de voos Air France KLM caíram 7,5% no semestre e as vendas do grupo Brisith Airways e Iberia caíram 7,7%.

 

Clique para mais notícias: ABRACORP

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Agências de viagens

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP informa mercado sobre acordo de princípio entre Estado e privados

03-07-2020 (19h02)

A TAP informou hoje o mercado, através de um comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), do acordo de princípio atingido esta quinta-feira à noite entre os privados e o Estado, para viabilizar a empresa.

Frasquilho avisa que próximos tempos na TAP serão difíceis, mas superados

03-07-2020 (18h57)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, alertou os trabalhadores numa mensagem a que o PressTUR teve acesso que os próximos tempos serão difíceis, mas serão superados “com alguns sacrifícios”.

Azul anuncia venda da participação na TAP ao Governo português

03-07-2020 (14h03)

A Azul anunciou hoje que chegou a acordo com o Governo português para vender a sua participação indirecta na TAP de 6%, por aproximadamente 65 milhões de reais (10,84 milhões de euros), e abdicar do direito de conversão dos bónus séniores de 90 milhões de euros que venciam em 2026.

Ryanair acusa agências de viagens online de bloquear reembolsos

03-07-2020 (12h32)

A Ryanair acusou hoje "agências de viagens online não autorizadas" de bloquear reembolsos de clientes, por utilizarem "emails falsos e cartões de crédito virtuais" impedindo que as reservas "possam ser rastreadas até ao consumidor individual".

CEO da TAP cessa funções de imediato

02-07-2020 (23h57)

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, vai ser substituído "de imediato", anunciou o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, revelando que o Governo vai recorrer a uma empresa para recrutar uma nova equipa de gestão para a companhia.

Opinião e Análise