Voos da LATAM entre Lisboa e São Paulo estão “acima das expectativas” – Thibaud Morand

11-10-2018 (01h23)

Os voos da LATAM Airlines entre Lisboa e São Paulo, que começaram a 3 de Setembro, cinco vezes por semana, estão “acima das expectativas”, com um load factor acima de 85%, disse esta quarta-feira Thibaud Morand, director Comercial da LATAM Airlines para Espanha.

“Tal como nestas primeiras semanas de operação, as reservas para o futuro estão a decorrer bem, estamos muito contentes e com muito boas perspectivas para esta rota”, disse Thibaud Morand aos jornalistas, num evento de apresentação da nova rota em Lisboa, em que juntou agências de viagens, operadores turísticos e outros parceiros.

A companhia aérea prevê transportar mais de cem mil passageiros por ano na rota Lisboa - São Paulo, que está a operar em aviões Boeing B767 com capacidade para 191 passageiros em económica e 30 em premium business.

Quase todas as vendas em Portugal para os voos da LATAM entre Lisboa e São Paulo são feitas através de agências de viagens, disse o executivo, como aliás já havia dito ao PressTUR, em finais de Junho, Rodrigo Contreras, director da companhia aérea para a Europa, (clique para ler: LATAM já vende Lisboa – São Paulo e “está a correr muito bem” / Diversidade é o ‘trunfo’ da LATAM para entrar nos voos Lisboa – São Paulo).

Thibaud Morand frisou que, desde o início da operação, foram “muito bem acolhidos pelos agentes de viagens e pela APAVT”, e acrescentou que “é fundamental que tenhamos a melhor relação, para que nos apoiem e para que nós também os possamos apoiar”.

Questionado sobre a possibilidade de iniciar operações no Porto, um desafio deixado no discurso de Francisco Pita, Chief Commercial Officer da ANA, gestora dos aeroportos portugueses, Thibaud Morand respondeu que “de momento ainda não estamos a contemplar o Porto”.

“Para nós já foi um grande trabalho iniciar esta operação para Lisboa e queremos consolidar esta operação antes de começar qualquer outra operação”, acrescentou.

Sobre um eventual reforço em Lisboa, Thibaud Morand disse que a companhia está “sempre a pensar em colocar mais voos para Lisboa, inclusivamente mais operações, mas é preciso ir por fases e, neste momento, ainda estamos a começar”.

 

Continua:

Rota da LATAM entre Lisboa e São Paulo contribui para “mais qualidade de serviço aos nossos clientes” – APAVT

 

Ver também:

LATAM aumenta capacidade em 8% em Setembro e sofre queda acentuada da ocupação dos voos

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: LATAM Airlines

Clique para ver mais: APAVT

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

easyJet assinala entrada de Portugal na ‘lista verde’ do Reino Unido com voos Newcastle-Faro

10-05-2021 (19h15)

A companhia de aviação easyJet anunciou que vai voar entre Newcastle e Faro este Verão, a partir de 19 de Julho, com três frequências semanais.

TAP pede insolvência da Groundforce

10-05-2021 (19h02)

A TAP anunciou hoje em comunicado que requereu a insolvência da SPdH – Serviços Portugueses de Handling, S.A. (Groundforce) com o objectivo, “se tal for viável, de salvaguardar a viabilidade e a sustentabilidade da mesma, assegurando a sua actividade operacional nos aeroportos portugueses”.

Ryanair avança em força para aproveitar a ‘luz verde’ do Reino Unido às férias em Portugal

10-05-2021 (13h07)

A low cost Ryanair, pré-pandemia segunda maior companhia de aviação em passageiros transportados de/para Portugal, anunciou a inclusão de “175.000 lugares extra” em 75 voos adicionais do Reino Unido para Portugal para que os seus passageiros possam aproveitar a inclusão de Portugal na “lista verde” de destinos de lazer.

Azul sofre quebra de receita de mil milhões de reais

07-05-2021 (16h15)

A companhia de aviação brasileira Azul, fundada e presidida por David Neeleman, ex-accionista de referência da TAP, comunicou hoje ao mercado que a sua receita no primeiro trimestre ficou em 1,8 milhões de reais, menos mil milhões ou menos 34,9% que no primeiro trimestre de 2020, no qual ainda tivera crescimento face ao ano anterior, em 10,3%.

Amadeus caiu para prejuízos no primeiro trimestre

07-05-2021 (16h09)

O Amadeus, conhecido como uma das empresas mais lucrativas da área das viagens, declarou um prejuízo de 95,3 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, que compara com lucros de 298,5 milhões no período homólogo de 2019, pré-pandemia.

Opinião e Análise